terça-feira, 12 de abril de 2011

No calor da emoção...



Quando um menor comete um crime que repercute na mídia, a Petralhada Vagabunda logo pede para que não possamos discutir sobre redução da maioridade penal no calor da emoção, não é mesmo?! Pois é. Olha como eles são coerentes: Com a repercussão da Tragédia numa Escola Pública em Realengo, no qual, um jovem de 23 anos matou 12 crianças com duas armas, a Petralhada Vagabunda, no calor da emoção, não quer discutir outra coisa senão sobre os “privilégios” do desarmamento no país. Eles falam até em criar um novo referendo para recomeçar com a campanha do desarmamento. Tudo isso no “calor da emoção”. Eu mereço..

A volta da campanha do desarmamento II

Como se eu não soubesse, heim?! A Petralhada Vagabunda é mais previsível do que um bezerro desmamado. O berro dos petralhas, agora, é pelo desarmamento do cidadão de bem, sem que haja discussão sobre o assunto, já que, eles se auto-intitulam “os homens da verdade”. Quando um lunático decidiu matar 12 crianças numa escola em Realengo, subúrbio do Rio,A Petralhada Vagabunda não pensou duas vezes em atribuir isso ao fato da população ainda está armada, e que, seria necessário a voltar da “campanha do desarmamento” para desarmar de vez os civis como na Alemanha Nazista.

Esses Humanistas, defensores da bandidagem, acham que a diminuição da violência se resume em uma só solução: “Desarmamento de civis”. Mas, vocês se lembram do Estatuto do desarmamento em 2003? Pois é, me lembro direitinho que, esse estatuto resolveria todos os problemas de criminalidade. E, o que estamos vendo?! ESTAMOS VENDO MAIS DE 50.000 HOMICÍDIOS POR ANO NO BRASIL! Os números de homicídios no país só aumentam.

A ONG Viva Rio divulgou um dado mostrando que 60% dos revólveres, usadas em assaltos, são revólveres legais roubadas pelos bandidos. Eu, como Reinaldo Azevedo, não acredito muito nesses dados fornecidos por esses bandidos disfarçados de humanistas, mas, vá lá, caso isso seja verdade, o que tem a ver o cu com as calças? Um fora-da-lei que porta uma arma, não estará preocupado, evidentemente, em obedecer às leis, certo? Então,mas, o mais engraçado nisso tudo é que, essas ONGs de Diretos Humanos acham que, desarmando os civis, os bandidos terão muita dificuldade de se armar, já que, “segundo os humanistas”, a bandidagem perderá sua principal “ferramenta” de fornecimento de armas - o que me parece uma piada de mau gosto. A mesma fórmula brilhante que eles tiveram em 2003 para "diminuir" a violência no país; estão tendo agora com o argumento desses 60%. Como se o bandido não tivesse outro meio para se armar até os dentes.

Não adianta pessoal, a esquerda vai fazer de tudo para que você possa perder completamente o direito de portar uma arma. É dessa maneira que funcionava na Alemanha Nazista e, na comunista União Soviética: “Para o estado tudo, e para o cidadão nada”. No caso do PT, sabemos muito de que lado eles estão. As FARC agradecem.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

A volta da campanha do desarmamento

A Petralhada Vagabunda está aproveitando a tragédia, que houve no Rio de Janeiro ontem, para relançar a campanha de desarmamento no Brasil. Não importa a vontade do povo; a escolha do “Não ao Desarmamento”, em 2005, desagradou muitas ONGs de “Direitos dos Manos” no país. Até porque, eles não vão desistir até ouvir um “SIM” dos brasileiros. Muita merda será falada e, muitas propagandas serão feitas para mudar a opinião dos brasileiros a partir desse massacre em Realengo.

Muitos “especialistas”, certamente, serão convidados pela mídia para dizer que o desarmamento seria a melhor solução para evitar esse tipo de tragédia no Brasil. Pois é, foi necessário um psicopata imbecil, para reascender a discussão dos desarmamentistas de plantão. Eles não pretendem ampliar o debate; inclusive, a conclusão já foi tirada por eles sobre a tragédia: A culpa é do “porte de armas”. Até o ministro da justiça, Jose Eduardo Cardozo, entrou nessa palhaça de reeditar a campanha pelo desarmamento no país. Eles não vão sossegar até que possamos perder COMPLETAMENTE o direito de portar uma arma de fogo.

Mas, vão aqui algumas perguntas que não querem calar:

- A Bandidagem compra as suas armas em lojas legalizadas?

- Bandido tem a preocupação em obedecer às leis?

- O criminoso irá entregar sua arma por livre e espontânea vontade?

As respostas são mais do que óbvias. O problema é que, a Petralhada Vagabunda - representada pelas “ONGs da paz” - não quer ampliar a discussão e, não aceita outra opinião senão a de desarmar a população que está cada vez mais encarcerada e, desprotegida pela segurança pública. A psicopatia de um indivíduo está sendo responsável por análises precipitadas e, mentirosas sobre os "privilégios" do desarmamento. Mas, de toda maneira, espero que, a Petralhada Vagabunda não tire o direito do cidadão de portar uma arma de fogo em defesa própria, já que, o estado não está sendo capaz de nos proteger da bandidagem.

A desinformação é a arma mais usada pelos petralhas para confundir a população brasileira. Não caiam nesse papo "politicamente correto"!

sábado, 2 de abril de 2011

Vídeo: A Realidade do Comunismo

Há dois tipos de comunismo: O que a esquerda tenta inventar, e a realidade. Vejam o vídeo abaixo e, comentem se possível.