segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Celebridades que devemos seguir

Roger Moreira (@Roxmo)

Fundador do grupo “Ultraje a rigor” e um dos mais influentes do rock brasileiro, o carioca Roger Moreira sempre está em defesa de José Serra em seu twitter. Vale à pena segui-lo.

Luciano Huck (@huckluciano)

O apresentador Luciano Huck é amicíssimo do candidato José Serra e, sempre quando tem a oportunidade, faz elogios ao candidato tucano e critica Dilma Rousseff de forma “elegante”.

Marcelo Tas (@marcelotas)

Blog Marcelo Tas

Marcelo Tas é, digamos assim, o principal idealizador do programa CQC na BAND. Ele não é necessariamente o cabo eleitoral de José Serra no twitter, mas é um dos apresentadores que mais critica Lula no seu “mini blog” e no programa em que comanda. Inclusive, em 2009, ele lançou um livro intitulado “Nunca antes da história desse país”, que reúne frases do governo Lula acompanhado de críticas e questionamentos do apresentador.

Marcelo Madureira (@marcelomadura)

O humorista Marcelo Madureira é um dos fundadores da “Casseta Popular”, grupo que deu origem ao programa “Casseta & Planeta”. Ele denuncia constantemente a censura aos programas humorísticos feita por Lula e pelo PT. Ele se disse Social-Democrata em uma convenção promovida pelo Instituto Millenium.

Ana Hickmann (@ahickmann)

Modelo e atualmente apresentadora de TV na Rede Record. É muito raro que ela dê sua opinião sobre política, mas, de vez em quando, ela elogia José Serra em seu twitter sem citar nomes de outros candidatos. É uma admiradora não só de José Serra, mas de todo os Tucanos de São Paulo.

Carlos Vereza (@carlosvereza)

Blog de Carlos Vereza

O ator Carlos Vereze é o um dos mais atuantes artistas da blogosfera. Ele procura, como cidadão brasileiro, tirar o Brasil dessa onda vermelha e autoritária. Felizmente, ele acaba de criar uma conta no twitter para escrever tudo o que pensa dos corruptos do PT. Temos a obrigação de segui-lo!

Há outras celebridades que estão em defesa de José Serra no twitter e em outras redes sociais. Se possível, coloquem nos comentários quais seriam essas celebridades. Meus agradecimentos!

domingo, 29 de agosto de 2010

Ditadura Petista no Pará

O Mundo inteiro já sabe desse episódio lamentável. Os paraenses deveriam saber mais do que nunca o que se passa no estado do Pará. Não vamos aceitar passivamente essa ditaduta velada! Leia o texto abaixo:


A coligação "Acelera Pará", da governadora Ana Júlia Carepa, ingressou no Tribunal Regional Eleitoral contra a Rádio Tabajara FM, tentando censurar a emissora e o programa "Jogo Aberto", apresentado aos sábados pelos jornalistas Carlos Mendes e Francisco Sidou. Ela quer que a emissora seja multada por ter criticado o aluguel de 450 carros pela Polícia Militar. Para a coligação, a crítica atingiria a governadora, favorecendo seus adversários na disputa. A emissora tem 48 horas para apresentar defesa.

O advogado da coligação anexou um longo arrazoado com a degravação de um trecho de vinte minutos do programa. Não há nada ofensivo, infamante ou injurioso à imagem da governadora, quee embora esteja no poder e seja recandidata, não aceita que atos de seu governos sejam criticados. A tentativa de censura é abjeta e não encontra respaldo nem mesmo na própria legislação eleitoral invocada pelo defensor de Ana Júlia.

A emissora protocolou ontem à tarde mesmo, antes que fossem decorridas as 48 horas do prazo, sua defesa no processo. Com a competência que lhe é peculiar, o advogado Ismael Moraes desmonta as teses da coligação governista. Ao final, pede a improcedência do pedido da "Acelera Pará", que revela sua inclinação hugochavista no episódio.

Leia Aqui

sábado, 28 de agosto de 2010

São Paulo tem as melhores estradas do Brasil


As melhores e das piores estradas do Brasil

Quatro Rodas

Por Juliano Barata

Em um país marcado por contrastes e desigualdades, não é de surpreender que nossas estradas conservem o mesmo nível de disparidade – tanto em conservação como em qualidade de projetos. Se o Brasil apresenta algumas rodovias dignas de um país de primeiro mundo, a verdade é que grande parte das estradas é antiquada, estão em estado precário e exigem muito cuidado por aqueles que nelas trafegam. O cuidado deve ser redobrado no período de férias, pois o volume de automóveis e ônibus cresce substancialmente.

Dentre os problemas mais comuns que afetam nossas rodovias, constam o asfalto de má qualidade, visibilidade ruim, sinalização precária, curvas mal projetadas, e excesso de trechos em pista única com mão dupla. De acordo com o estudo realizado em 2009 pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), 69% da malha viária encontra-se em estado péssimo ou regular – uma melhora de 5% em relação à avaliação de 2007. De acordo com Clésio Andrade, presidente do órgão, para aprimorar as condições da malha deficiente seria necessário um investimento de, no mínimo, R$ 32 bilhões.

A equipe do Guia Quatro Rodas percorreu mais de 250 mil quilômetros de estradas, em toda a extensão do país, e avaliou em quais delas o motorista poderá viajar com tranqüilidade – e em quais ele deve guiar com muita atenção. Confira o ranking atualizado abaixo.

As melhores rodovias

Para sorte dos paulistas, oito das dez estradas eleitas passam pelo estado de São Paulo. A vencedora, SP-348 (Bandeirantes, com 178 km de extensão) liga a capital até a região de Cordeirópolis, próximo a Limeira, e é conhecida pelo seu traçado moderno e seguro, ótima capacidade de escoamento, visibilidade excelente e asfalto em perfeito estado de conservação. Desde 1998 ela é administrada pela AutoBAn, empresa privada que faz parte do grupo CCR.

1º SP-348 (Bandeirantes) – São Paulo – Cordeirópolis
2º SP-160 (Imigrantes) – São Paulo – São Vicente
3º SP-070 (Ayrton Senna/Carvalho Pinto) – São Paulo-Taubaté
4º SP-310 (Washington Luís) – Limeira-São José do Rio Preto
5º SP-340 (Adhemar de Barros/Dep. Mário Beni/Boanerges N. Lima/Pref. José André de Lima) – Campinas-Mococa
6º SP-280 (Castello Branco) – São Paulo-Espírito Santo do Turvo
7º BR-290 (Freeway) – Osório-Porto Alegre-Eldorado do Sul
8º SP-330 (Anhanguera) – São Paulo – divisa SP/MG
9º SP-225 (Com. João R. de Barros/Eng.º Paulo N. Romano) – Bauru-Itirapina
10º BR-040 (Washington Luís) – Rio de Janeiro/Juiz de Fora

Leia Mais Aqui

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Mais uma do pé-frio

Com quem o Paulo Henrique Ganso foi se meter heim!? Leia o Blog do Lauro Tentardini


Dilma e o ponto eletrônico




A Dilma não é capaz de completar o seu raciocínio nem nos comícios promovidos pela Petralhada Vagabunda. E sabendo dessa dificuldade de lidar com o público, é que ela precisa de um ponto eletrônico para falar com os petistas mesmo se tratando de manifestações compradas. O que esperar desse boneco de ventríloquo? Ela não possui idéias e opiniões próprias para empolgar uma multidão de otários. É preciso sempre que o Lula esteja do lado do poste para dar algum brilho ao espetáculo de horrores da candidata.

É triste ver uma candidata que não tem vida própria, ser a favorita nessas eleições. É por essas e outras que eu quero ver o meu país sendo representando por um estadista competente como José Serra! 45 neles! E sem ponto eletrônico, claro!

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Estamos em uma democracia?

O que o povo brasileiro entende de Democracia? É somente aquela maquininha branca que serve para escolher os candidatos de nossa preferência? É, muita gente pensa dessa maneira. Basta só dizer que naquele país há eleições e, os especialistas amadores pensam logo se tratar de uma democracia. Será que o Brasil é verdadeiramente um país democrático? NÃO! Está muito longe de ser um!

Vocês podem até achar brincadeira, mas não é! O PT está no poder muito antes de Fernando Henrique. Já disse aqui e repito: Os Petralhas Vagabundos se apoderaram do país usando a tática gramscista nos movimentos sociais, no movimento estudantil, nas repartições públicas e nos meios de comunicação. Todo esse poder que o PT possui atualmente é graças ao aparelhamento que vem sendo aperfeiçoado desde “primórdios” da democracia moderna no Brasil.

Voltando ao assunto. Será mesmo que estamos em uma democracia? O Lula e o PT mostraram inúmeras vezes que não respeitam a lei. A quebra de sigilo bancários dos oposicionistas é a prova mais clara de que estamos vivendo em uma ditadura! E Isso não é nada. O presidente Lula tem atuado de forma incessante para reduzir o poder de fiscalização do TCU[1], comete crimes eleitorais sem ser importunado pelo TSE[2] e, usa da sua popularidade para aumentar o número de aliados no Congresso Nacional e exterminar com a participação da oposição.

Como bem disse o jornalista Aluizio Amorim, a quebra de sigilo bancário não é somente grave. É GRAVÍSSIMO! É INCONSTITUCIONAL! E o pior de tudo é que as notícias são dadas, mas, como se quisessem abafar o caso. Uma atitude típica de regime ditatorial.

O Brasil está em processo de “Venezualização”. Só não vê quem não quer! Haverá um dia, não muito distante, que a eleição será apenas um mero teatro político. Diga adeus à democracia Brasil!

Projeto de lei esvazia poder de fiscalização do TCU [1]

Lula é escoltado por duas ambulâncias do SAMUR em Osasco [2]

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Lista dos ministros de Dilma


Eis os nomes cotados para assumir os novos ministérios que estão a caminho:

- Ministério do Recurso Não Contabilizado
Nome: Delúbio Soares

- Ministério da Segurança Pública
Nome: Fernandinho Beira-Mar

- Ministério da Ética e Cidadania
Nome: José Dirceu
Obs.: Futuramente será ministro da Casa Civil

- Ministério da Irrevogabilidade
Nome: Mercadante

- Ministério de Proteção à Mulher Brasileira
Nome: Netinho de Paula

Texto Completo

Passe adiante esses 10 mandamentos !!

Coturno Noturno

1º) Procure conhecer o passado, as idéias e valores do candidato ou candidata. Se ele já se envolveu em escândalos de corrupção, comprou votos, foi cassado pela Justiça, renunciou a mandatos para escapar de punições ou se aliou a grupos envolvidos com essas práticas: simplesmente não vote nele(a)!
O passado de Dilma Rousseff é um livro fechado. Participou de atentados contra a vida humana na luta armada. Pregou a implantação do comunismo no Brasil, com um fuzil na mão. Jamais arrependeu-se do que fez. Ao contrário: orgulha-se do seu passado guerrilheiro, igado a organizações terroristas. É atéia.

2º) Não basta que os candidatos tenham a “ficha limpa”. É preciso conhecer as intenções e propósitos de cada candidata/o: quem financia a sua campanha? Quem ele realmente vai representar? Procure se informar. Exija dela/e uma vida honrada, do mesmo jeito com que você procura conduzir a sua vida;
A campanha de Dilma Rousseff é uma sucessão de atos que comprovam o uso da máquina pública para financiar a sua campanha. A máquina pública é sustentada pelos pesados impostos que nós pagamos. Além disso, ela é a candidata que mais arrecada, três vezes mais do que o segundo colocado, estando ligada a grandes grupos empresariais, beneficiados com dinheiro fácil do BNDES, que jamais chega às pequenas empresas brasileiras.

3º) Conheça mais sobre a lei eleitoral: participe de palestras, reuniões e debates. Sua vida em comunidade exige que você esteja mais informado sobre assuntos tão importantes.
A candidatura de Dilma vem burlando a lei eleitoral de todas as formas. Uma delas é o presidente da República dizer que faz campanhas nas "horas de folga". Presidente da República é como padre. Você já viu um padre ter "horas de folga"?Isto é um acinte às leis e uma agressão à liberdade e à democracia.

4º) Ajude a criar ou fortalecer um Comitê da Lei 9840 para o Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) e aplicação da Ficha Limpa. Se você faz parte de algum grupo ou organização social (Associação, Sindicato, Igreja, Clube de Mães, Centro de Direitos Humanos), saiba como fazer no site www.mcce.org.br.
A candidata Dilma está aliada ao que existe de pior na política brasileira. Os verdadeiros "fichas suja". Sarney. Collor. Renan Calheiros. Paulo Maluf. Garotinho. Além disso, ainda tem o José Dirceu, o chefe da quadrilha do mensalão, participando da sua campanha e Antônio Palocci, que usou o seu cargo de ministro para violar o sigilo de um pobre caseiro, quase jogando-o em desgraça, mesmo sendo inocente.

5º) Denuncie a compra de votos: quando uma pessoa aceita um benefício em troca do seu voto se condena a viver sem emprego, educação, segurança pública. Assim, o remédio hoje recebido em troca do voto poderá mais tarde custar a falta do hospital que salvaria a sua vida ou a de seu filho.
Ao espalhar o boato de que outros candidatos vão acabar com a Bolsa Família, a campanha de Dilma utiliza-se da mentira e do boato para ameaçar a segurança dos eleitores mais pobres e menos instruídos. É como se tivesse ameaçando retirar um benefício se ele não for pago com o voto. É uma compra disfarçada de voto.

6º) Denuncie o desvio de recursos públicos para fins eleitorais. É muito grave que um candidato se utilize de bens e serviços públicos para ganhar as eleições.
Dia após dia, nós, os cristãos, assistimos ao uso de bens públicos, pelo Presidente e seus ministros, para favorecer a candidatura de Dilma Rousseff. Não dar a ela o nosso voto é a maior resposta que podemos dar aos políticos corruptos, que usam de todos os estratagemas e truques para burlar as leis.

7º) Tire fotos, grave ou filme se notar qualquer sinal de compra de voto ou de apoio eleitoral, utilizando o mal uso do dinheiro público, pois ajuda a comprovar a irregularidade na denúncia ao Juiz Eleitoral, ao Ministério Público ou até mesmo à Polícia.
Os jornais, todos os dias, quando mostram autoridades em cima dos palanques da candidata Dilma Rousseff, estão atestando com fotos e imagens as graves irregularidades que não são punidas pela justiça venal dos homens. Mas que você, seguindo os preceitos da Justiça Divina, deve punir, negando o seu voto.

8º) Não vote em pessoas que mudam de partido, como “quem muda de roupa”. Ao votar no candidato, não estamos votando só na pessoa, mas no partido, ajudando a eleger outros candidatos do mesmo partido ou coligação: por isso saiba quem são os outros candidatos da legenda.
A candidata Dilma Rousseff pertencia ao PDT, enquanto era casada e seu marido, um político pedetista, conseguia cargos públicos para ela. Quando o marido caiu em desgraça política, perdendo a eleição, ela acabou com o casamento e trocou de partido: foi para o PT, com um cargo recebido na troca e foi nele que construiu a sua rápida trajetória até ser candidata à presidência.

9º) Procure saber se o candidato tem compromisso com a defesa da vida em todas as suas fases, bem como com a realização da Reforma Política, Reforma Agrária e com Direitos Sociais fundamentais: como criação de emprego e geração de renda, melhoria da saúde e da educação, defesa do meio ambiente e da Cultura da Paz. Cobre esse compromisso.
Dilma Rousseff já declarou, diversas vezes, que acha que o aborto é uma questão de saúde, tão somente. Tem que ser bem feito, como se não houvesse alma e vida. É a favor do aborto livre e indiscriminado, o que consta de forma disfarçada no seu plano de governo. Dilma não compareceu ao debate da TV Canção Nova para não ser confrontada com o tema. Fugiu, porque é abortista, mas não quer perder votos por causa disto.

10º) Pense bem antes de votar, escolhendo pessoas que se prepararam para administrar (Presidente e Governador) ou fazer leis (deputado federal e estadual e para o senado) em benefício de toda a sociedade, nunca em proveito pessoal. Não deixe para a última hora a escolha dos candidatos a deputado e senador. Depois da eleição, acompanhe o trabalho dos eleitos.
Não vote em candidato que é a favor do aborto. Não vote em candidatos que querem banir os símbolos religiosos. Não vote em candidato que não acredita em Deus. Não vote em Dilma Rousseff.

Leia Aqui

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Esclusa e os presos políticos na Venezuela

Por Fuerza Solidária

Mídia Sem Máscara
Ontem realizou-se um fórum em Tegucigalpa, Honduras, sobre os presos políticos na Venezuela e a penetração do castro-comunismo no continente, organizado pela Fundação "Venezuela Vigilante". Teve como conferencistas Maria Conchita Alonso e Patricia Andrade, presidente da fundação.


Ao final, leu-se uma carta enviada por Alejandro Peña Esclusa, em representação dos prisioneiros políticos venezuelanos.


Em seguida, o texto completo da carta:

Queridos hondurenhos:

Por motivo de celebrar-se um importante fórum em Tegucigalpa, me foi pedido que escrevesse uma carta em nome dos prisioneiros políticos venezuelanos. Porém, além de cumprir com este mandato, aproveitarei a oportunidade para refletir sobre o papel de Honduras no futuro próximo da América Latina.

Em meu livro "O Foro de São Paulo: uma ameaça continental" (Editora Grijalbo), o qual está dedicado ao povo hondurenho, explico que os governos da ALBA são "ditaduras de terceira geração" porque, em lugar de fuzilar seus inimigos, como o fazia o regime cubano, infundem o terror coletivo através de perseguição seletiva.

Não fecham todos os meios de comunicação, como fez Fidel Castro há décadas, senão os suficientes para que os demais se auto-censurem. Não encarceram todos os dissidentes, como fazem em Cuba, mas a alguns jornalistas, empresários, militares, policiais, juízes e políticos, o necessário para infundir medo ao resto dos cidadãos. Em poucas palavras, encerram alguns corpos em jaulas de ferro com o objetivo de encarcerar todas as mentes com barrotes de medo.

Nesse sentido, os prisioneiros políticos são bodes expiatórios para escarmentar a sociedade, porém, ao mesmo tempo constituem a consciência da nação e a vanguarda da resistência, porque eles são os cidadãos que mais ferreamente se opuseram ao regime. Não negociam, não são compráveis, não se rendem, não se queixam e mantêm sempre a fronte no alto.

Na Venezuela existem não menos que 27 prisioneiros políticos, entre os quais orgulhosamente me encontro. Seu único delito foi opor-se ao modelo totalitário do senhor Chávez e rechaçar a subordinação da Venezuela ao regime castro-comunista cubano.

Nenhum deles tem acesso ao devido processo, a um julgamento justo ou ao direito à defesa, muito menos agora que a juíza María Afiuni foi feita prisioneira só por contrariar a vontade do senhor Chávez. Por isso, sua única esperança de liberdade depende da pressão que exerçam: a sociedade e a comunidade internacional.

Paradoxalmente, enquanto a sociedade não fixe como primeira prioridade a libertação de seus prisioneiros políticos, o país inteiro estará prisioneiro do medo. Pelo contrario, se a pressão popular consegue libertá-los, todos os cidadãos perderão o temor e, desta maneira, começará sua própria libertação.

Não digo por mim (que estou há apenas um mês detido), pois isto mesmo eu repeti muitas vezes antes de cair preso, senão por meus companheiros que já estão há muitos anos encarcerados injustamente.

Em que pese serem hondurenhos, peço-lhes para realizar um esforço especial para conhecer cada um de seus casos e para lutar por sua liberdade, quer seja escrevendo artigos, levando a cabo ações de rua ou através de iniciativas jurídicas. Peço-lhes não só por uma questão de solidariedade, mas porque ao lutar por nossos prisioneiros, debilitam o "carcereiro mais velho", o mesmo que ameaçou invadir Honduras e que ainda insiste em lhes fazer dano.

Quanto ao segundo tema, queria advertir-lhes que, embora Honduras tenha superado a crise do ano passado, ainda encontra-se em grave perigo.

A gesta heróica que os hondurenhos livraram, pôs a descoberto uma poderosa rede internacional, incrustada no mais alto de certos organismos multilaterais. E vocês conseguiram não só desmascará-la mas, além disso, derrotá-la. Para essa máfia, o exemplo que os hondurenhos deram deve ser oprimido a fim de que não se reproduza em outros países da região.

Assim como Chávez e seus aliados do Foro de São Paulo me têm preso pelo que fiz contra eles, assim também esses mesmos personagens querem se vingar de vocês.

A única maneira de neutralizar esta ameaça é continuando com sua luta, porém não só no território hondurenho, mas em todo o continente americano.

Os povos da América estão ansiosos para conhecer os detalhes do ocorrido em Honduras. Vocês têm muito que lhes ensinar, desde a fonte de seu comportamento irredutível, até as estratégias usadas para dobrar a vontade de seus adversários.

Leia Mais Aqui

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Geraldo Alckmin e José Serra em Sorocaba







Leia Aqui

A pedido de Carlos Vereza

Carlos Vereza é um dos poucos artistas que perceberam a gravidade da influência venenosa do PT nas instituições democráticas.

Muitos artistas estão em silêncio deixando com que os maus gritem e abusem do direito de impor idéias e conceitos chavistas no meio artístico. Não sei se esse silêncio é medo de perder o emprego, ou desconhecimento do que está acontecendo nos porões do PT. Só sei que, mais cedo ou mais tarde, esse silêncio todo, irá comprometer com as bases democráticas do país.

A voz de Carlos Vereza é a voz daqueles que querem um Brasil que pode mais e, que deixe de ser um quintal dos bolivarianos comunistas. Leia o trecho do desabafo do ator e, logo em seguida, acompanhe a sua entrevista com o Jô Soares. Vamos levar essa manifestação adiante a pedido de Carlos Vereza!

Por CARLOS VEREZA

Eu votarei no José Serra a despeito de não concordar com a estratégia que vem sendo utilizada
como marketing. Apelo aos meus amigos seguidores que tiverem acesso à entrevista que
eu dei ao Jô Soares, e que já circula no You Tube, que a repassem para o maior número de
internautas possivel. Não que eu tenha a pretenção de influenciar o quadro atual,mas é preciso
fazer circular o maior número de informações possivel, na medida em que há todo um "silêncio"
aos crimes de corrupção, para não falar de outros "esquecidos",ou sequer investigados,como
o extranho câncer de Ives Hublet,preso ao desembarcar em Brasilia,"morrer" no dia seguinte,
e ser cremado sem que a familia do escritor fosse consultada!
Para quem não sabe,Ives,foi o autor das famosas bengaladas em José Dirceu à época do mensalão!

Leia Mais Aqui

Parte 1



Parte 2

domingo, 22 de agosto de 2010

A desconfiança dos especialistas


Até quando os ditos especialistas de futebol vão parar de desconfiar do elenco do Botafogo? É claro que, vá lá, não é uma equipe de encher os olhos dos torcedores alvinegros. Mas o Botafogo, com o técnico Joel Santana, vem mostrando muita confiança e competência no campeonato brasileiro. O Vasco da Gama, que está lá embaixo da tabela, tem mais prestígio com a imprensa esportiva do que o Botafogo. Acho que deve ser pela figura simpática do Roberto Dinamite e nada mais.

Mais uma vitória do Glorioso no campeonato brasileiro contra o perigosíssimo Avaí, e ainda sim, os especialistas pedem cautela. Foi assim no campeonato carioca e, está sendo assim no campeonato brasileiro. Já é a quarta conquista consecutiva do Botafogo na competição, mas que, não foi suficiente para convencê-los.

Sabe de uma coisa? Que eles continuem pensando assim. Talvez o Botafogo ganhe o Brasileirão, ou se classifique para a Libertadores com a desconfiança dos “especialistas” não é? Foi assim no campeonato carioca e será da mesma maneira no campeonato brasileiro. FOGÃO NA 3° COLOCAÇÃO! TOMA ESSA FLAPRESS!

sábado, 21 de agosto de 2010

A popularidade e o legado de Lula

O brasileiro quer continuar a ser governado pelo o que há de pior na política do Brasil. A ignorância, e a falta de conhecimento da população junto com tolerância da oposição nesses oitos de governo Lula, fizeram com que o PT reescrevesse a história do país e, pudesse fazer um marketing pessoal mais bem sucedido em torno de um presidente que não fez mais do que obrigação de continuar com a agenda de estabilidade econômica deixada por FHC. Deu no que deu: Lula se tornou popular e tem a grande chance de eleger sua sucessora.

É sempre assim que funciona a humanidade. Estamos vendo constantemente o futuro repetir o passado. O Lula representa a volta do “Getulismo” e, o PT soube, sabiamente, aproveitar a sofisticada máquina pública de que se dispõe atualmente para colocar o seu líder no pedestal. Agora, a tática petralha nas eleições é sempre a mesma: Falar que é amigo do homem. Até um candidato desconhecido do PT, lá do cafundó do Judas, diz que é amigo do presidente só para ganhar alguns votos com a fama do “cara”.

Sinceramente, não sei o que vai ser de Lula após o seu governo. Talvez ele pense voltar a ser presidente da República ou, ser um eterno garoto propaganda do PT vagando pelo mundo como se fosse o maior messias das causas perdidas, da ética e da moral. Só sei de uma coisa. A vitória da Dilma nessas eleições será um dos legados negativo de Lula, assim como o aumento exacerbado da dívida pública e da corrupção.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Eu tô nessa Coronel!

No momento mais difícil da eleição em que José Serra precisa de seus aliados para aumentar a possibilidade de ir ao segundo turno, muitos tucanos, pensando somente na candidatura e não no país, escondem o nome do candidato do PSDB nas propagandas eleitorais para buscar votos daqueles que votarão em Dilma. É preciso dar nomes aos bois, ou melhor, aos traíras! Estou nesse Movimento com o Coronel!

Leia o trecho do texto do Coronel e depois acesse o link:

A partir da próxima sexta-feira, o Coturno Noturno, seus leitores e comentaristas, estarão lançando o Álbum de Figurinhas "Tucanos Traíras", identificando os tucanos que, nos estados, estão escondendo José Serra(PSDB), no horário eleitoral ou nas suas propagandas impressas. O objetivo é contribuir para o esclarecimento dos eleitores brasileiros e para que o voto partidário tenha valor "nesse país". Já recebemos centenas de manifestações favoráveis de petistas, peemedebistas, peesebistas e outros "bistas", prontos para colaborar nesta campanha institucional. Aguardem! O YouTube e a página do candidato estão aí para não deixar ninguém mentir.


Leia Mais Aqui

Sérgio Guerra pressiona aliados a exibir Serra na TV

Leia Aqui

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Isso é ser ridículo

O Vídeo abaixo mostra o comportamento dos idiotas úteis que trabalham para o PT. A cena é simbólica. O papagaio nada mais é do que a representação exata dos Petralhas Vagabundos que repetem todas as asneiras que a alta cúpula petista diz. Eles não têm opinião, não têm vida própria, não têm capacidade de discernimento e, muito menos cérebro.

É o plágio mais ridículo que eu já vi. Tenho certeza de que muita gente vai rir dessa piada chama Ideli Salvatti.


segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Brasil tem instituto de pesquisa chavista

Por Baldomero Vasquez Soto


Recentemente, na Bolívia e no Brasil, apareceram duas sondagens que dão conta de um componente importante do socialismo do século XXI: a manipulação da opinião pública através de pesquisas fraudulentas. Contribuição original venezuelana que se converteu em um artigo de exportação com o selo "FEITO NO SOCIALISMO", o slogan publicitário do governo.

A primeira, da transnacional francesa IPSOS, assinala que o Presidente Morales conta com uma aprovação de 55% [1]. Em nosso trabalho "Chávez, Evo, IPSOS e Mockus", trazemos à colação o questionamento que fizéramos a esta empresa por seu trabalho doloso na Venezuela em 2006. Nesse mesmo trabalho também assinalamos que a manipulação confeccionada por tal pesquisadora e o presidente Evo contra a opinião pública boliviana em 2010, se traduziria no que a transnacional galega teria se garantido uma "uma longa - e rentável - vida com Morales" [2]. A prova está à vista.

Aproveitamos a oportunidade para denunciar a manipulação de IPSOS na eleição presidencial chilena, já que passou por baixo da mesa naquele momento: IPSOS predisse que Piñera obteria 36% no primeiro turno [3] e, como sabemos, obteve 44%. Quer dizer, a sondagem era obviamente falsa porque incorreu-se em um erro de predição de 380%! Algo estatisticamente insustentável, uma vez que sempre espera-se que o erro de predição seja igual a zero.

A segunda sondagem é da pesquisadora SENSUS. Na quinta-feira 05 de agosto, "casualmente" o dia do primeiro debate entre Dilma Rousseff e José Serra, esta firma difundiu uma pesquisa na qual a candidata do mediador das FARC, Lula da Silva, avantajava em 10% ao candidato opositor [4]. Esta pesquisa não só não nos surpreende, senão que estávamos à sua espera por duas razões.

A razão de maior peso está no campo estatístico. Desde a campanha presidencial brasileira de 2006 conhecíamos o "trabalho" da pesquisadora SENSUS e nos parecia inverossímil que no Brasil se estivesse repetindo impunemente o mesmo roteiro manipulador venezuelano.

Naquela oportunidade SENSUS predisse, a dois dias da eleição, o seguinte: "A eleição está definida: o mais provável é que Lula ganhe no primeiro turno; segundo meus últimos dados, tem 59 por cento dos votos válidos contra 32 por cento do opositor Geraldo Alckimin", segundo declarou seu porta-voz Ricardo Guedes [5]. O resultado foi que teve-se que realizar o segundo turno porque Lula obteve 48,6% frente a 41,6% de Alckimin. Ou seja, que o erro de predição de SENSUS foi astronômico: 473%! Isto, repito, é inaceitável estatisticamente e só tem uma explicação: que a pesquisa é falsa!

Leia Mais Aqui

domingo, 15 de agosto de 2010

Poder a qualquer custo

A democracia está sendo atacada constantemente pelo PT. Fábricas de dossiês estão sendo montadas nos porões, ou melhor, no inferno petista, para desmoralizar de forma mentirosa e compulsiva a oposição e adversários políticos do partido. A petralhada vagabunda não sabe trabalhar de outra forma a não ser seguindo os preceitos da subversão comunista, colocando em risco os princípios democráticos do país.

Se alguém ainda tem dúvidas de que o PT é um partido terrorista, é só ler o post de hoje no blog de Reinaldo Azevedo referente à criação de dossiês para atingir adversários de Lula e botar a culpa em José Serra nas eleições de 2002, para perceber do que eles são capazes de fazer para se instalar no poder. O Gramscismo predomina na mente suja da alta cúpula petista que, não mede esforços para impor sua vitória nas urnas com a ajuda da boa parte da imprensa brasileira.

O Brasil só tem a perder com toda essa cafajestagem semeada pelos corruptos. Todo esse poder que eles têm sobre máquina pública, vem muito antes de ganhar as eleições de 2002. Os frutos vindos da corrupção e da obsessão pelo poder estão se amadurecendo cada vez mais nos bastidores do reino petista.

O PT nem se denomina mais o partido da moralidade e da ética, esse tipo de discurso só era feito quando eles estavam na oposição. Agora, mesmo prejudicando a imagem do partido, o que eles querem mesmo é continuar com a soberania no país sem se importar com o escândalo envolvendo o nome da instituição. O que está em jogo, para os petralhas vagabundos, é o poder a qualquer custo! Não satisfeitos em ficar no governo momentaneamente, eles fabricam incessantemente dossiês contra os ditos “golpistas” com o objetivo de enfraquecer a democracia e denegrir candidatos da oposição.

Como bem disse o jornalista Alexandre Garcia em uma oportunidade, nós não estamos mais no fundo do poço, é o poço que está acima de nós. O PT está conseguindo exterminar com a democracia que tanto tivemos o trabalho reconstruir através das manifestações das “Diretas já”. Espero que a petralhada vagabunda não consiga concretizar com o seu projeto de poder para o bem do país .Espero também que o PT não se torne um PCC Chinês no Brasil, já que, de PCC, eles entendem muito bem.

sábado, 14 de agosto de 2010

Conheça o Re x Pa - COMERCIAL CERPA



By Cerpa

Sim! Nós somos apaixonados!
Sentimos na pele o orgulho por esta paixão;
Às vezes injustiçados, humilhados. Passamos por maus momentos;
Sentimos saudades dos triunfos do passado;
E hoje temos que viver as angústias do presente;
Porém, mesmo com todas as dificuldades, vamos à luta!
Gritamos!Torcemos!Choramos e rezamos! Temos fé! Fé que tudo irá mudar para melhor!
Fé que um dia as nossas tristezas irão se transformar em grandes alegrias, grandes vitórias!
Temos amor! Amor por nossos times!Que tem na garra e na força de vontade um caminho de muitas conquistas;
E nós, bravos guerreiros, formamos um exército que marcha em busca de um sonho...do triunfo. Em busca do tão sonhado ouro.

=-=

Texto simples , mas genial!

Stallone tem razão...

Stallone disse: "Gravar no Brasil foi bom, pois pudemos matar pessoas, explodir tudo e eles (os brasileiros) dizem obrigado".
Muitos brasileiros acharam que Stallone foi infeliz no seu comentário. É duro quando alguém bota o dedo na ferida e diz umas verdades na fuça dos patriotas de aluguel.

Vamos ver se de fato o Stallone tem razão? Então tá. O Brasileiro se escandaliza com mais de 50.000 homicídios por ano, ou 400.000 homicídios em 8 anos de governo Lula? O Brasileiro se preocupa com a precariedade na saúde pública do país? O Brasileiro se indigna com a perda de 12 posições em ranking da educação? E por último, o Brasileiro se revolta com o aumento da corrupção, com alianças espúrias e, com o populismo barato de seu presidente? Não! O povo se deixa levar por bolsas e financiamentos eleitoreiros aceitando participar do projeto de poder dos corruptos. O PT EXPLODE O PAÍS DIARIAMENTE E A POPULAÇÃO DIZ OBRIGADA!

E aí? Sylvester Stallone tem ou não razão? Para mim, ele está mais do que certo.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

106 anos de Glória


Meus singelos parabéns a um clube muito especial na minha vida. FELIZ ANIVERSÁRIO BOTAFOGO! São 106 anos de glórias e muitos títulos dentro de campo. O Glorioso é o clube que mais contribuiu para o futebol mundial revelando inúmeros ídolos como Jairzinho, Zagallo, Nilton Santos, Didi, Manga, Quarentinha, Amarildo, Garrincha entre outros. É o maior responsável pelas três primeiras conquistas da seleção brasileira em Mundiais. Seu escudo já foi eleito o mais bonito do mundo. Quer mais? Tenho muito orgulho de ser Botafoguense!

Muitas felicidades ao maior clube do mundo! Parabéns meu Fogão!

"Momentos ruins eu já vivi, mas nunca parei de cantar, pois esse fogo no meu peito nunca vai se apagar... FOGOOOOOOO FOGO OLE OLE OLE"

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Fogão firma nova parceria

Botafogo firma parceria e terá bares temáticos espalhados pelo Rio


A diretoria do Botafogo anunciou nesta segunda-feira, em General Severiano, uma parceria de cinco anos com a Ambev. O acordo prevê ações de publicidade, criação de bares temáticos e a comercialização de produtos personalizados . A iniciativa visa ampliar a relação com os torcedores e fortalecer a marca do clube. Os valores do contrato não foram divulgados.

- Não revelamos valores de investimento porque todos são publicados no balanço anual da companhia - afirmou o gerente de marketing da Ambev, Rafael Pulcinelli, durante a coletiva de imprensa.

Na apresentação, o representante da Ambev exibiu algumas ilustrações de como podem ser os produtos e os bares com a marca Botafogo. De acordo com Pulcinelli, os pontos da cidade que serão explorados estão sendo estudados, bem como municípios do interior do Rio. A expectativa é de que o entorno do Engenhão seja um dos mais utilizados para a venda de produtos da Brahma, mas o estádio não está incluído no contrato.

- Vamos colocar no Rio, mas não limitar apenas à capital. Bares temáticos do Botafogo vão ser instalados nas áreas próximas ao Engenhão e perto da sede do clube. Também teremos geladeiras customizadas para os pontos de venda – afirmou Pulcinelli.

O clube sugeriu que o investimento no primeiro ponto temático seja feito em Búzios, na Região dos Lagos, onde já existe um bar botafoguense.

Leia Mais Aqui

domingo, 8 de agosto de 2010

O "Destaque" no debate da BAND

O candidato do PSOL, Plínio de Arruda, é mais um daqueles socialistas que dizem besteiras com convicção e firmeza se achando o último intelectual da esquerda antifascista. Ele conseguiu ser o “destaque” no debate realizado pela BAND. Isso não quer dizer que ele tenha sido o melhor debatedor da noite – a imprensa “isenta” acha que ele foi o “the Best” -, mas sim, o que mais chamou a atenção do público no primeiro embate dos presidenciáveis.

O Plínio de Arruda não pretende, evidentemente, ganhar a eleição. O que ele quer mesmo é eleger o maior número de deputados e, se possível, de senadores do seu partido para o Parlamento brasileiro. E, a única forma de se mostrar para o público é falando bobagens na TV com aquele discurso chato de igualdade e, ganhando elogios de boa parte da imprensa que não quer se posicionar em relação aos três principais candidatos.

A maior satisfação de um socialista é ter a oportunidade de se mostrar ao público colocando aquele velho disco arranhado que nós estamos acostumados a escutar, mas que, engana uma boa parte da população suficiente para eleger revolucionários de garagem do PSOL. Para mim, o Plínio de Arruda foi tão destaque no debate da BAND quanto Toninho Cerezo na Copa do Mundo de 1982.

Ela é uma fraude!


Eliane Cantanhêde é uma Petralha muito da sua cretina! Dizer que Dilma Rousseff foi melhor que José Serra no debate da BAND é querer fazer todos de palhaço....O Raciocínio da Petralhinha é o Seguinde: Já que Dilma não cometeu nenhum vexame diante das câmeras, segundo a colunista e seus amiguinhos de partido, já é um bom motivo para colocar a candidata do PT num patamar acima de José Serra..Ah! Poha !

As eleições se aproximam e temos a oportunidade de conhecer colunistas que estão a serviço do governo Lula. Esse pessoal é capaz de ir ao fundo do poço para defender os interesses do partido e garantir o seu emprego medíocre em jornais sustentados por estatais. Lamentável!

 Eliane Cantanhêde é uma fraude!

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Dilma acabou poupada do naufrágio numa noite em que foi mais Dilma que nunca

Por Augusto Nunes

Coluna do Augusto Nunes

No primeiro bloco do debate, Dilma Rousseff não conseguiu completar uma única resposta no prazo combinado nem formular uma só frase sem espancar a gramática. Talvez por falta do que dizer, o desrespeito ao tempo diminuiu nos quatro blocos restantes. Em contrapartida, aumentou extraordinariamente o desrespeito ao português, associado à sequência impiedosa de atentados à lógica, à inteligência e à verdade. Na noite da estreia , a debatedora Dilma Rousseff foi o que tem sido Dilma Rousseff em comícios, entrevistas ou recados pelo twitter: um barco à deriva na iminência do naufrágio.

A performance confirmou que uma esquadra de sumidades que agrupa marqueteiros, consultores políticos, figurinistas, fonoaudiólogos, cabeleireiros, dermatologistas e outras modernidades pode até traçar a rota certa, mas não consegue levar a algum porto seguro embarcações irremediavelmente avariadas. Entre o “sem sombra de dúvidas” que abre a frase e a sílaba parada no ar que a encerra sem conseguir completá-la há um deserto onde só florescem sopas de letras insossas — “isso é muito importante”, “eu considero isso fundamental” — e rapapés ao amo e senhor. Não é possível reescrever um discurso sobre o nada. Em política não existem milagres.

Sem nada a perder, veterano de muitas derrotas, Plínio de Arruda Sampaio foi dispensado pela extensa milhagem eleitoral da apresentação de sintomas de nervosismo ─ e de ideias plausíveis. Órfã do PT e pouco à vontade na nova família ideológica igualmente em busca de identidade, Marina Silva tornou-se mais confusa. Bastou a José Serra um desempenho sofrível para ser melhor que os outros. Surpreendentemente tenso no início do debate, não demorou a recuperar a serenidade. Mas faltou o ânimo combatente sem o qual nenhuma performance será brilhante.

Serra deveria ter encurtado a procissão de estatísticas, buscado o confronto com Dilma mais energicamente e com mais frequência. Claramente superior à adversária, passou ao largo de temas que teriam dilatado a diferença. Permanentemente à beira do colapso verbal, Dilma esqueceu frases que tentou decorar, consultou papeis de 20 em 20 segundos, estacionou em vírgulas à procura da palavra que, repentinamente, sumira dali. Poderia ter afundado na mudez se instada a discorrer sobre as ligações incestuosas com as Farc, o casamento indecoroso com o Irã, os escorregões na mitomania, a parceria obscena com corruptos juramentados, o convívio promíscuo com a esquerda psicótica, a cumplicidade bandida com os mensaleiros, a usina de dossiês cafajestes, a opção preferencial pela mentira. Fora o resto.

Leia Mais Aqui

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Faróis acesos



Nessa foto, até que o Felipe Massa resistiu bem à tentação de olhar para os faróis acesos da jornalista.


Meus Parabéns!

Presidente Mimado

O PT é obcecado pelo poder e sabe usar muito bem a máquina pública para continuar com o seu projeto de soberania no país. O Lula sempre foi o candidato preferido pelos ditos intelectuais, àqueles que idealizam uma vida numa visão fantasiosa. Em 89, muitos artistas, encantados com um novo Brasil, acreditavam que Lula seria a “Mudança” ideal para o país com aqueles discursos radicais trajado de "populista-socialista" e,  cantavam em alto e bom: “Lula lá”.

O Lula sempre foi um homem político paparicado, seja na imprensa, na política, na rua, na fazenda, ou numa casinha de sapê. E por essa razão, ele não aceita opiniões contrárias ao seu governo. Nunca um Presidente da República foi tão paparicado como o Lula na história desse país e, mesmo assim, qualquer crítica à sua gestão, já é motivo para que o presidente se ache um Jesus Cristo da vida. Mas, o pior de tudo, é que a mídia noticia como se Lula tivesse razão!!

A Democracia, segundo a petralhada vagabunda, é uma troca de gentilezas entre o partido que está no poder e a grande mídia. Caso não seja dessa forma, já é motivo para generalizar e chamar todo mundo de golpista. O Lula não se conforma de não ter o apoio de 100% da imprensa brasileira e, se faz de vítima, através de comparações esdrúxulas, para que seus militontos, "intelectuais" e 99% dos jornalistas se sintam identificados com o  seu “sofrimento”.

Todo garotinho mimado é assim mesmo, na primeira crítica que recebe, já vai logo para o colo da mamãe. Nesse caso, o Lula vai para colo dos “intelectuais” e da maioria dos jornalistas brasileiros para afogar suas mágoas.

domingo, 1 de agosto de 2010

Cara ou coroa?

Por FHC

Zero Hora
Em pouco mais de dois meses escolheremos o próximo presidente. Tempo mais do que suficiente para um balanço da situação e, sobretudo, para assumirmos a responsabilidade pela escolha que faremos. É inegável que a popularidade de Lula e a sensação de “dinheiro no bolso”, materializada no aumento do consumo, podem dar aos eleitores a sensação de que é melhor ficar com o conhecido do que mudar para o incerto.

Mas o que realmente se conhece? Que nos últimos 20 anos melhorou a vida das pessoas no Brasil, com a abertura da economia, com a estabilidade da moeda trazida pelo Plano Real, com o fim dos monopólios estatais e com as políticas de distribuição de renda simbolizadas pelas bolsas. Foi nessa moldura que Lula pregou sua imagem.

Arengador de méritos, independentemente do que diga (quase nada diz, mas toca em almas ansiosas por atenção), vem conseguindo confundir a opinião, como se antes dele nada houvesse e depois dele, se não houver a continuidade presumida com a eleição de sua candidata, haverá retrocesso.

Terá êxito a estratégia? Por enquanto o que chama a atenção é a disposição de bem menos da metade do eleitorado de votar no governo, enquanto a votação oposicionista se mantém consistente próxima da metade. Essa obstinação, a despeito da pressão governamental, impressiona mais do que o fato de Lula ter transferido para sua candidata 35% a 40% dos votos. Assim como impressiona que o apoio aos candidatos não esteja dividido por classes de renda, mas por regiões: pobres do Sul e do Sudeste tendem a votar mais em Serra, assim como ricos do Norte e do Nordeste, em Dilma. O empate, depois de praticamente dois anos de campanha oficial em favor da candidata governista, tem sabor de vitória para a oposição. É como se a lábia presidencial tivesse alcançado um teto. De agora para a frente, a voz deverá ser a de quem o País nunca ouviu, a da candidata. Pode surpreender? Sempre é possível. Mas pelos balbucios escutados falta muito para convencer: falta história nacional, falta clareza nas posições; dá a impressão de que a palavra saiu de um manequim que não tem opiniões fortes sobre os temas e diz, meio desajeitadamente, o que os auditórios querem ouvir.

Não terá sido essa também a técnica de Lula? Até certo ponto, pois este, quando esbraveja ou quando se aferra pouco à verdade, o faz “autenticamente”: sente-se que pode assumir qualquer posição porque em princípio nunca teve posição alguma. Dito em suas próprias palavras: “Sou uma metamorfose ambulante.” Ora, o caso da candidata do PT é o oposto (essa é, aliás, sua virtude). Tem opiniões firmes, com as quais podemos ou não concordar, mas ela luta pelo que crê. Este é também seu dilema: ou diz o que crê e possivelmente perde eleitores por seu compromisso com uma visão centralizadora e burocrática da economia e da sociedade ou se metamorfoseia e vira personagem de marqueteiro, pouco convincente.

Não obstante, muitos comentaristas, como recentemente um punhado de brasilianistas, quando perguntados sobre as diferenças entre as duas candidaturas, pensam que há mais convergências do que discrepâncias entre os candidatos. Será? As comparações feitas, fundadas ou não, apontam mais para o lado psicológico. O que está em jogo, entretanto, é muito mais do que a diferença ou semelhança de personalidades. O quadro fica confundido com a discussão deslocada do plano político para o pessoal e, pior, quando se aceita a confusão a que me referi inicialmente entre a situação de desafogo e bem-estar que o País vive e Lula, que dela se apossou como se fosse obra exclusiva sua. Se tudo converge nos objetivos e se estamos vivendo um bom momento na economia, podem pensar alguns, melhor não trocar o certo pelo duvidoso. Só que o certo foi uma situação herdada, que, embora aperfeiçoada, tem a marca original do fabricante, e o duvidoso é a disposição da herdeira eleitoral de continuar a se inspirar na matriz originária. O candidato da oposição, esse, sim, traz consigo a marca de origem: ajudou a construir a estabilidade, a melhorar as políticas sociais e a promover o progresso econômico.

Não nos iludamos. O voto decidirá entre dois modelos de sociedade. Um mais centralizador e burocrático, outro mais competitivo e meritocrático. No geral, ambos os oponentes levarão adiante o capitalismo. Estamos longe dos dias em que o PT e sua candidata sonhavam com o que Lula nunca sonhou: o controle social dos meios de produção e uma sociedade socialista. Mas estamos mais perto do que parece de concretizar o que vem sendo esboçado neste segundo mandato petista: mais controle do Estado pelo partido, mais burocratização e corporativismo na economia, mais apostas em controles não democráticos, além de maior aproximação com governos autoritários, revestidos de retórica popular.

A escolha a ser feita é, portanto, decisiva. Como tudo indica, o teatro eleitoral está-se organizando para esconder o que verdadeiramente está em discussão. Há muita gente nas elites (vilipendiadas pelo lulismo nos comícios, mas amada pelos governantes e beneficiada por suas decisões econômico-financeiras) aceitando confortavelmente a tese de que tanto dá como tanto deu. Dê cara ou dê coroa, sempre haverá “um cara” para desapertar os sapatos. Ledo engano. Há diferenças essenciais entre as duas candidaturas polares. Feitas as apostas e jogado o jogo, será tarde para choramingar: “Ah, eu nunca imaginei isso.” Melhor que cada um trate de aprofundar as razões e consequências de seu voto e escolha um ou outro lado.

Há argumentos para defender qualquer dos dois. Mas que não são a mesma coisa, não são. E não porque num governo haverá fartura e noutro, escassez, para pobres ou ricos. E sim porque num haverá mais transparência e liberdade que no outro. Menos controle policialesco, menos ingerência de forças partidário-sindicais. E menos corrupção, que mais do que um propósito é uma consequência.