segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Vettel : Campeão na pista



O Vettel fez o favor de salvar o esporte e, merecidamente, conquistou pela primeira vez o Mundial de Fórmula 1. A RBR mostrou como se ganha uma competição sem fazer o tal “jogo de equipe” e, deixou para que seus dois pilotos pudessem decidir na pista o direito de ser campeão da principal categoria do automobilismo mundial. Enquanto isso, a Ferrari só dava atenção a Fernando Alonso, ignorando por completo a presença de Felipe Massa na equipe, ou então, colocando o brasileiro em situação constrangedora - Com alta tolerância de Felipe Massa, diga-se de passagem -  quando foi, digamos assim, obrigado a deixar passar o espanhol no GP da Alemanha em Hockenheim. Alonso que ganhou a corrida por conta dessa ultrapassagem polêmica. Mas,  o pior de tudo, é que o  campeonato, naquele momento, ainda estava indefinido. A Ferrari poderia muito bem ter os seus dois pilotos brigando até a última corrida, como os da Red Bull. Mas, preferiu canalizar todos os seus enforços em Fernando Alonso. E se deu mal, para o bem do esporte.

O Vettel mostrou ter mais personalidade que Webber no final do mundial, apesar da pouca idade. Nas últimas quatro corridas, o alemão ganhou três; sendo que, só não ganhou no GP da Coréia, por causa da falha no motor de seu carro na quadragésima sexta volta. Caso contrário, o alemão estaria com boas condições, sem depender de outros pilotos, para conquistar o campeonato no GP de Abu Dhabi. Resumindo: Na hora decisiva, na fase mais importante da competição, o Vettel foi implacável com quatro poles e três vitórias nas últimas quatro corridas.

Com tantos “jogos de equipe” querendo prejudicar o verdadeiro esporte, felizmente, há a RBR para nos dar exemplo de como deve ser tratado verdadeiramente uma competição; dando igualdade de condições aos seus dois pilotos. O Vettel teve todos os méritos, na pista, de conquistar o mundial de Fórmula 1. Parabéns Vettel!Agora, o mais jovem piloto a consquistar o mundial!

Um comentário:

Saulo disse...

É mais um alemão ganhando a F-1 e merecidamente.

Cadê os brasileiros????