segunda-feira, 11 de outubro de 2010

O desespero da Petralhada Vagabunda

Nesses oito anos fora do esgoto para governar o Brasil no Palácio do Planalto, a petralhada vagabunda, mais do que nunca, está sentindo o risco de perder a presidência da república. Os tranckings internos do PSDB – O Coronel não revela a fonte, mas tudo indica que essa pesquisa é do PSDB - e, inclusive do PV, mostram uma queda vertiginosa da Dilma Rousseff, e a vantagem de três pontos percentuais de José Serra. Isso, em tese, pode ser um dos motivos do destempero da candidata petista no debate ontem realizado pela BAND.

A tática da petralhada vagabunda agora é o seguinte: Todas as verdades contra a Dilma serão consideradas baixarias – É o caso do Aborto; e todas as mentiras contra o José Serra serão consideradas verdadeiras. O discurso de “paz e amor” da Dilma no primeiro turno, deu lugar ao ódio e à tentativa de se fazer de vítima.

É muito difícil, durante toda a campanha presidencial, um partido autoritário tentar manter a máscara da tranqüilidade no rosto. Ainda mais, quando se tem o risco de perder todas as tetas estatais que, o PT teve tanto trabalho de explorá-las. A Dilma Rousseff, no debate da BAND de ontem, fez o todo petralha vagabundo iria fazer em situação desconfortável: Latir feito um Pitbull desmamado. A petista foi arrogante do início ao fim do debate, sem apresentar propostas; Obrigando José Serra a responder às calúnias da candidata petista em boa parte do tempo.

Já era previsível que, depois de tantas verdades mostradas contra a quadrilha, os petralhas vagabundos iriam adotar o discurso do “coitadismo”. O Debate da BAND deixou claro que, os petistas estão completamente descontrolados; e que , ao mesmo que tempo que acusam, sem provas, o José Serra de querer privatizar a Petrobras, Banco do Brasil e a Caixa; eles chamam de boataria o que é fato: o PT é um partido abortista. O engraçado nisso tudo, é que a central "contra a boataria" do PT, com o objetivo de colocar o José Serra no mesmo nível deles, tenta acusar, infantilmente, o candidato tucano, na época em que era Ministro da Saúde, de ter aprovado uma lei que permite o aborto em caso de estupro ou, em caso de perigo de vida da mãe. Mas, o que eles não explicam, é que a lei existe desde 1940. Dois anos antes do nascimento de José Serra. Ele só fez cumprir o que JÁ É PREVISTO em lei! Independente de ser contra ou não ao aborto. A Petralhada Vagabunda finge não entender a divisão dos três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário).

A Dilma terá que rezar muito “Pai nosso” – com o auxílio do ponto eletrônico, é claro – para ganhar essa eleição. A onda Azul irá afogar todas essas ratazanas! Que assim seja, amém!

2 comentários:

gerlem disse...

Tô contigo e não abro. Dilma Não!

saopedrotur disse...

Nunca antes na história desse país tivemos um governo tão CORRUPTO como esse governo Lula.