terça-feira, 7 de setembro de 2010

Aprenda Basquete na "Scola"

Quem viu o jogo de hoje pelo Mundial de Basquete, sabe do quê, e quem estou falando. Para aqueles que não acompanharam o jogo entre Brasil e Argentina, perderam uma grande oportunidade de ver um jogaço que as duas seleções fizeram em quadra e, principalmente, a extraordinária atuação do jogador argentino Luis Scola. Já não é a primeira vez que o ala-pivô da seleção da Argentina apronta para cima do Brasil. Em 2007, no classificatório para as olimpíadas em Los Angeles, o Luis Scola fez de tudo e mais um pouco nos dois confrontos contra a seleção brasileira , que, por conta do carrasco argentino, não pôde disputar as olimpíadas de 2008 na China.

O Luis Scola teve mais uma grande jornada na competição e, eliminou a seleção brasileira com 37 pontos e 09 rebotes. Sem dúvida nenhuma, ele foi o grande destaque dessa partida. Parecia ser um jogador “imarcável”. Muitos comentaristas que acompanham o Mundial de Basquete, dizem que o Luis Scola será o melhor jogador dessa competição. Bom, para quem tem o mínimo de conhecimento sobre basquete, nem é preciso pensar muito para concordar com as opiniões dos comentaristas. O cara tem uma média de 29 pontos por jogo. Só por aí, é possível perceber que o ala-pivô argentino não é qualquer um. É um baita jogador!

Essa geração vitoriosa da argentina, representada por Luis Scola e Manu Ginóbili, já está praticamente no fim. Não sei se a Seleção da Argentina terá uma outra geração capaz de repetir as mesmas façanhas dessa atual equipe. Mas, de toda maneira, essa seleção argentina está deixando um grande legado para o basquetebol mundial.

Aprenda a jogar basquete na Escola! Ou melhor, com Scola!

Um comentário:

Lauro Tentardini disse...

nos faltou um Luiz Scola, mas o nosso time fez um ótimo mundial. A CBB demorou pra se dar conta que precisávamos de um estrangeiro. Mais tempo de trabalho teríamos ido mais longe.