sábado, 21 de agosto de 2010

A popularidade e o legado de Lula

O brasileiro quer continuar a ser governado pelo o que há de pior na política do Brasil. A ignorância, e a falta de conhecimento da população junto com tolerância da oposição nesses oitos de governo Lula, fizeram com que o PT reescrevesse a história do país e, pudesse fazer um marketing pessoal mais bem sucedido em torno de um presidente que não fez mais do que obrigação de continuar com a agenda de estabilidade econômica deixada por FHC. Deu no que deu: Lula se tornou popular e tem a grande chance de eleger sua sucessora.

É sempre assim que funciona a humanidade. Estamos vendo constantemente o futuro repetir o passado. O Lula representa a volta do “Getulismo” e, o PT soube, sabiamente, aproveitar a sofisticada máquina pública de que se dispõe atualmente para colocar o seu líder no pedestal. Agora, a tática petralha nas eleições é sempre a mesma: Falar que é amigo do homem. Até um candidato desconhecido do PT, lá do cafundó do Judas, diz que é amigo do presidente só para ganhar alguns votos com a fama do “cara”.

Sinceramente, não sei o que vai ser de Lula após o seu governo. Talvez ele pense voltar a ser presidente da República ou, ser um eterno garoto propaganda do PT vagando pelo mundo como se fosse o maior messias das causas perdidas, da ética e da moral. Só sei de uma coisa. A vitória da Dilma nessas eleições será um dos legados negativo de Lula, assim como o aumento exacerbado da dívida pública e da corrupção.

Nenhum comentário: