domingo, 29 de agosto de 2010

Ditadura Petista no Pará

O Mundo inteiro já sabe desse episódio lamentável. Os paraenses deveriam saber mais do que nunca o que se passa no estado do Pará. Não vamos aceitar passivamente essa ditaduta velada! Leia o texto abaixo:


A coligação "Acelera Pará", da governadora Ana Júlia Carepa, ingressou no Tribunal Regional Eleitoral contra a Rádio Tabajara FM, tentando censurar a emissora e o programa "Jogo Aberto", apresentado aos sábados pelos jornalistas Carlos Mendes e Francisco Sidou. Ela quer que a emissora seja multada por ter criticado o aluguel de 450 carros pela Polícia Militar. Para a coligação, a crítica atingiria a governadora, favorecendo seus adversários na disputa. A emissora tem 48 horas para apresentar defesa.

O advogado da coligação anexou um longo arrazoado com a degravação de um trecho de vinte minutos do programa. Não há nada ofensivo, infamante ou injurioso à imagem da governadora, quee embora esteja no poder e seja recandidata, não aceita que atos de seu governos sejam criticados. A tentativa de censura é abjeta e não encontra respaldo nem mesmo na própria legislação eleitoral invocada pelo defensor de Ana Júlia.

A emissora protocolou ontem à tarde mesmo, antes que fossem decorridas as 48 horas do prazo, sua defesa no processo. Com a competência que lhe é peculiar, o advogado Ismael Moraes desmonta as teses da coligação governista. Ao final, pede a improcedência do pedido da "Acelera Pará", que revela sua inclinação hugochavista no episódio.

Leia Aqui

Nenhum comentário: