terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Marx e seu legado de horrores


Por Ipojuca Pontes

No momento em que escrevo estas notas, o Produto Interno Bruto brasileiro está sendo avaliado em mais R$ 3 trilhões (à margem o que se opera na sábia economia paralela), 38% dos quais vão diretamente para os cofres do governo e são torrados, em sua quase totalidade, em grossos salários e aposentadorias, propaganda, subsídios e patrocínios, viagens incessantes locais e internacionais, verbas de representação, festas, almoços, jantares, manutenção e custeio da amplíssima máquina burocrática, propinas, doações a fundo perdido, além de mordomias múltiplas - para não falar nas bilionárias e permanentes falcatruas das agências, bancos, ministérios e institutos oficiais.

A justificativa encontrada pela elite política e administrativa do país para gastos tão alarmantes quanto inúteis são os imperativos de se obedecer aos dispositivos constitucionais, traçados pela própria elite, e que impõem um simulacro de deveres para com o "social" - fraude lastreada, na atual temporada, pelo ardiloso programa do Bolsa Família. De fato, aos olhos de todos (se não estiverem tapados), na medida em que crescem de forma galopante as escorchantes tributações sobre os bens e ganhos privados, dos trabalhadores e dos empresários, aumenta o número de "excluídos", pois uma coisa decorre exatamente da outra: é o "Estado forte" (com suas "empenhadas" elites partidárias e instituições burocráticas em geral) que se apropria, por força da violência legal (e da inércia ou ignorância da população), da riqueza produzida pela sociedade para usufruto diuturno de privilégios.

A grande e inominável sacanagem que a elite política (à esquerda e à "direita") comete contra o povo brasileiro consiste em não esclarecer alto e bom som quanto à absoluta incapacidade do Estado em solucionar o problema da pobreza e de não o alertar para o fato de que a existência do Estado se fundamenta, por principio, na exploração e escravização da sociedade (daí, a extrema necessidade de tê-lo sob o controle do indivíduo).

Pode-se afirmar, como Hegel, um professor universitário imaginoso e bem-remunerado, que o Estado representa a realidade racional do Espírito absoluto, ou tolerá-lo, no dizer de Roberto Campos, como um mal necessário. Mas, de um modo ou de outro, as medidas paliativas que em seu nome se alardeiam, aqui e acolá, bem como as benfeitorias, no campo social, que a toda hora se inventa e proclama - são elas próprias a evidência do malogro.

E aqui entra, mais uma vez, o pensamento de Marx (e afins). Vociferando contra as forças produtivas da sociedade historicamente sedimentada na propriedade privada, na confiança e na solidariedade que os homens cultivam para sobreviver, o irado profeta da trombeta vermelha, por força de um caráter absolutamente egoísta e deformado, fortaleceu como nenhum outro intelectual moderno o mito do Estado (especialmente ditatorial) como instrumento para se chegar à igualdade e à justiça social. Com sua diabólica vocação para vender ilusões e promover discórdias, expressão de injustificada revolta contra uma realidade espiritual transcendente que jamais chegou a entender, ele de fato ajudou (e continua ajudando com a mística do comunismo) a erguer sociedades perfeitamente escravocratas e desiguais, mantidas ora pela mentira e pelo genocídio, ora pelo medo e pelo terror.

Leia Mais Aqui

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Na senzala dos Castro

Por Percival Puggina


Poucas palavras definem tão bem a situação do povo perante o regime dos irmãos Castro quanto "escravidão". É uma escravidão um pouco diferente da que conhecemos nos livros de história, mas as restrições de liberdades e de direitos fundamentais, as relações de trabalho e as condições de vida não permitem outra descrição para a vida dos cubanos. O cidadão comum, o assim chamado "ciudadano de segunda", escravo do patrão estatal, não pode deixar o país, não decide em qual cidade ou região morar, não pode transferir um veículo se tiver sido adquirido depois de 1960, não pode trabalhar onde quiser nem para quem bem entender. E por aí vai. É uma escravidão sem lei do ventre livre. Filho de cubana já nasce escravo.

Recebi, esta semana, cópia de um manifesto firmado por economistas e dissidentes daquele país propondo um conjunto de vinte providências que contribuiriam para animar um pouco a atividade econômica e aliviar a letargia socialista em que o país se encontra, segundo diagnóstico do próprio regime. Examinando-se a lista, da qual o parágrafo anterior faz pequeno extrato, se evidencia a escravidão de que aqui trato, seja pela privação de direitos, seja pela obrigação de trabalhar por um salário miserável (algo como 17 dólares mensais). Em troca, os grandes senhores do generoso regime fornecem a seus escravos, para que lhes lambam as botas (e para que os comunistas do exterior os defumem com incenso) serviços públicos de educação e saúde. Ponto. O restante do PIB nacional custeia o formidável e opressor aparelho de segurança interna, a elite política e a inesgotável ciranda de fracassos a que invariavelmente chegam as experiências coletivistas concebidas pelo Comandante e seus asseclas.

Quando estive em Havana pela primeira vez, no ano de 2001, fui visitar a embaixada brasileira. Ela ocupa o quarto andar do excelente prédio da Lonja de Comércio (Bolsa de Valores), uma edificação do século XIX, recentemente restaurada. Fui recebido pelo secretário. Enquanto conversávamos, entrou na sala uma moça de cor negra que lhe dirigiu algumas palavras em espanhol e se retirou deixando expedientes sobre a mesa. Quando ficamos novamente a sós, ele explicou que a moça era cubana, excelente funcionária, contratada junto a uma das duas agências oficiais através das quais o governo loca mão-de-obra para organizações estrangeiras. A embaixada fornecera uma descrição do perfil da pessoa que necessitava, a agência estabelecera o valor da remuneração em 200 dólares mensais, enviara algumas moças para serem entrevistadas e aquela havia sido escolhida. Dos 200 dólares com que a embaixada remunerava a agência, a moça recebia, em pesos (!), o equivalente, a 20 dólares. Os restantes 90% ficavam para seu generoso patrão, o Estado cubano, dono e senhor de suas capacidades e de seu destino. Diante dessa dura realidade, a representação brasileira incluíra a funcionária em sua folha de pagamentos.

"E os cubanos não protestam?", perguntam-me, frequentemente, quando conto estas coisas. Respondo: protestar faz mal para a saúde pessoal e familiar. Tudo em Cuba está aparelhado pela máquina estatal, pelo partido e pela segurança interna (atividade a cargo do poderosíssimo Ministério do Interior, o temido Minint). E um bom exemplo desse aparelhamento está sendo dado agora. No dia 13 de setembro, Raúl Castro anunciou que o governo iria demitir 500 mil trabalhadores nos seis meses seguintes e que esse número correspondia à metade do necessário para cumprir o programa total de demissões, que abrangeria um quinto da força de trabalho do setor público. Note-se que, na forma do programa, cada dez anos trabalhados dão direito a um mês de salário a título de "indenização"...

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Jogador de futebol vira ídolo sem saber o porquê


Inglês é maluco mesmo. O Alan, ex-jogador do Fluminense e atual jogador do Salzburg, se tornou ídolo dos torcedores do Manchester City.

Leiam abaixo a matéria do site "Globo Esporte" e, entendam o que difícil de entender. Sem mais!

Idolatrado por torcida do City, Alan mostra-se surpreso: 'Ficaram loucos'


Na última quarta-feira, o brasileiro Alan virou ídolo do Manchester City. E nem ele sabe o porquê. Atacante do Salzburg, o ex-jogador do Fluminense entrou no segundo tempo da derrota de sua equipe por 3 a 0 para o time de Tevez, pela Liga Europa, e passou a ser exaltado pela torcida local no estádio City of Manchester. O motivo? O atleta está até agora tentando entender.

– Não sei o motivo, mas os caras ficaram loucos. Gritaram meu nome, escreveram em muros, até na neve ao lado do avião... É legal receber essa moral. No twitter, falam comigo, mas não explicam o porquê – disse Alan.

O ex-corintiano Jô, que foi titular do City no confronto, também ficou surpreso. Mas arrisca uma explicação: Alan é o nome de um personagem de uma famosa série de televisão na Inglaterra. A coincidência pode ter gerado a brincadeira com o brasileiro do Salzburg.

- No jogo, não entendi direito o que era. Só no final que fui saber que eram gritos para o Alan. Depois da partida conversei com ele e ele disse que também não sabia - afirmou o camisa 27 do City.

Leia Mais Aqui

Veja o vídeo

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Compre o seu "COD: Black Ops" e, mate Fidel Castro!

O jogo de tiro em primeira pessoal, "Call of Duty: Black Ops" , em menos de três dias após o seu lançamento - dia 15 de Novembro -, já está fazendo o maior sucesso de vendas principalmente nos Estados Unidos e Grã-Bretanha. A história se passa no tempo da Guerra Fria, mais especificamente entre os anos de 1961 e 1968. Os socialistas são os inimigos a serem destruídos nesse jogo. Portanto, para quem gosta de detonar com a cara dos iMundos - Discussões nas redes sociais, por exemplo - , nada mais prazeroso do que encher de bala os soviéticos em uma das séries mais famosas do game em sétima geração. 

No "Call Of Duty: Black Ops", logo em sua primeira missão, na Invasão dos Porcos em 1961; você – na pele de Alex Manson - terá que procurar o então jovem revolucionário Fidel Castro com o objetivo de assassiná-lo em seu palácio. Mas, no desenrolar da trama, em resumo, você acaba descobrindo que o cadáver nada mais é que um dublê do Ditador Cubano. E aí, Você será capturado e, levado até o General Soviético Nikita Dragovich para ser colocado em cativeiro em um Gugag por dois anos. Interessante, não?

Bem que os idealizadores do “Call of Duty: Black Ops” poderiam nos dar a alternativa de ter que matar o verdadeiro Fidel Castro no jogo, não é mesmo? Dessa forma, poderíamos , mesmo que no virtual, matar toda a família Castro e, livrar o povo cubano de uma ditadura socialista. Seríamo, portanto, heróis da democracia! Recriar uma sociedade em que o povo cubano teria a sua liberdade individual respeitada e , assegurada por um governo verdadeiramente democrático.

Mas, na vida real, infelizmente, o povo cubano é tratado como se fosse propriedade da Família Castro. Uma população sem liberdade e, ecurralada por uma das ditaduras mais sangrentas e duradouras atualmente. Uma triste realidade que, nenhum jogo de vídeo game é capaz amenizar - que dramático heim!?.

Pois bem. Compre o jogo "COD Black Ops" e, tente matar Fidel Castro. Espero que você tenha uma ótima diversão!

PS: Não levem a sério o meu comentário sobre o "meu desejo" de querer matar Fidel Castro para salvar os cubanos. Eu diria que, se trata de uma piadinha - de mau gosto para os amantes da Ditadura Cubana. Democrata que se preze, traz a democracia por meios pacíficos.


terça-feira, 16 de novembro de 2010

Plínio de Arruda retuita postagem do Mov. Endireita Brasil


O Plínio de Arruda, hoje, retuitou um post do Movimento Endireita Brasil contra a volta da CPMF. Bom, ai vocês perguntam: Sim, e daí? Nada demais. É só por curiosidade mesmo.

Ah! E se pensam que eu contente com o apoio desse comunista safado contra a volta da CPMF, vocês estão enganados! Eu dispenso apoio de comunista! Ainda mais se tratando de um membro do PSOL; um partido arcaico oriundo do trotskismo.

Fica aí..só a título de curiosidade.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Vettel : Campeão na pista



O Vettel fez o favor de salvar o esporte e, merecidamente, conquistou pela primeira vez o Mundial de Fórmula 1. A RBR mostrou como se ganha uma competição sem fazer o tal “jogo de equipe” e, deixou para que seus dois pilotos pudessem decidir na pista o direito de ser campeão da principal categoria do automobilismo mundial. Enquanto isso, a Ferrari só dava atenção a Fernando Alonso, ignorando por completo a presença de Felipe Massa na equipe, ou então, colocando o brasileiro em situação constrangedora - Com alta tolerância de Felipe Massa, diga-se de passagem -  quando foi, digamos assim, obrigado a deixar passar o espanhol no GP da Alemanha em Hockenheim. Alonso que ganhou a corrida por conta dessa ultrapassagem polêmica. Mas,  o pior de tudo, é que o  campeonato, naquele momento, ainda estava indefinido. A Ferrari poderia muito bem ter os seus dois pilotos brigando até a última corrida, como os da Red Bull. Mas, preferiu canalizar todos os seus enforços em Fernando Alonso. E se deu mal, para o bem do esporte.

O Vettel mostrou ter mais personalidade que Webber no final do mundial, apesar da pouca idade. Nas últimas quatro corridas, o alemão ganhou três; sendo que, só não ganhou no GP da Coréia, por causa da falha no motor de seu carro na quadragésima sexta volta. Caso contrário, o alemão estaria com boas condições, sem depender de outros pilotos, para conquistar o campeonato no GP de Abu Dhabi. Resumindo: Na hora decisiva, na fase mais importante da competição, o Vettel foi implacável com quatro poles e três vitórias nas últimas quatro corridas.

Com tantos “jogos de equipe” querendo prejudicar o verdadeiro esporte, felizmente, há a RBR para nos dar exemplo de como deve ser tratado verdadeiramente uma competição; dando igualdade de condições aos seus dois pilotos. O Vettel teve todos os méritos, na pista, de conquistar o mundial de Fórmula 1. Parabéns Vettel!Agora, o mais jovem piloto a consquistar o mundial!

terça-feira, 9 de novembro de 2010

GOVERNO ANA JÚLIA CAREPA: PARA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DAS FLORES

Por Ronaldo Brasiliense

Jornal O Paraense

De um modo geral, todos apontam a ação preferencial pela Democracia Socialista, a minúscula tendência petista liderada por Ana Júlia, pelo seu ex-marido Marcilio Monteiro, secretário de Projetos Estratégicos; pelo seu ex-cunhado Maurilio Monteiro, secretário de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia; pelo hoje deputado federal eleito Cláudio Puty, ex-chefe da Casa Civil, e, ainda, pelo consultor do estado Carlos Botelho como uma das causas do desgoverno que imperou na terrinha - como diria o saudoso colunista bragantino Edwaldo - Didi - Martins - nos últimos três anos, dez meses e oito dias.

O governo de "doutores" montado por Ana Júlia e sua thurma - que foi surrado nas urnas como nunca antes na história do Pará - incluiu ainda Fábio Castro na Secretaria de Comunicação, e Regina Lima na Funtelpa. Posteriormente, o jornalista Paulo Roberto Ferreira assumiu a Secretaria de Comunicação. No marketing, atuaram o gaúcho Paulo Heineker e os publicitários Glauco Lima, então na DC-3, e Francisco Cavalcante, da Vanguarda. Muitos também apontaram a comunicação como um dos pontos fracos da gestão de Ana Júlia.

Francisco Cavalcante, que foi grosseiramente escanteado pelo PT da governadora, disparou mísseis contra a baiana Link, que trabalhou na campanha de Ana Júlia em entrevista à repórter Rita Soares, criticando vários aspectos da condução do marketing, que nada fez para tentar diminuir a mastodôntica rejeição ao governo da companheira, mas esqueceu de dizer que essa rejeição só fez aumentar ao longo dos anos, diante da somatória de patetices do governo de 2007 para cá, e com a participação da Vanguarda.

Afinal, de quem foi a criação do slogan "Pará: Terra de Direitos", para um governo que reprimiu o direito de greve distribuindo "bordunadas" e spray de pimenta em professores públicos, bancários e servidores da saúde e do Detran, entre outros... "Terra de Direitos" para um governo que foi absolutamente incompetente na administração dos conflitos pela posse da terra, que sofreu ameaça de intervenção federal por não cumprir mandados de reintegração de posse, atropelando o Poder Judiciário, e muchas otras cositas más.

Também gostaria de saber quem foi o marqueteiro gênio da raça que, ao perceber que o Pará de Ana Julia está a anos-luz de ser Terra de Direitos e que o governo não tinha obras a exibir quase três anos depois de empossado, criou um novo slogan, quer deve ter achado magistral: "Nossa maior obra é cuidar das pessoas!" Outro tiro pela culatra.

Que governo é este que cuida das pessoas de modo mais estranho, deixando uma menina de 14 anos presa numa cela da delegacia de Abaetetuba durante três semanas, em que foi brutamente torturada e estuprada. E, ainda no caso, o delegado geral chegou a afirmar que a culpa era da menina. Por que não falar dos mais de 300 bebês mortos na Santa Casa de Misericórdia de Belém. Cuidou muito bem apenas dos apaniguados da DS e cia... E olhe lá!

Ao desancar a Link baiana, Cavalcante não faz justiça ao marketing do candidato vencedor, Simão Jatene, comandado pelo jornalista e publicitário Orly Bezerra, da Griffo Comunicação, e sua equipe de profissionais recrutada aqui mesmo no Pará.

Os programas eleitorais de Jatene colocaram, desde o primeiro turno, Ana Júlia na defensiva. Como rebater o "Dito e Feito" ou a acusação direta: Se o Lula ajudou, ela (Ana Júlia) atrapalhou! As imagens das obras executadas no governo Jatene - hospitais regionais, rodovias asfaltadas, Mangal das Garças, Hangar e etc... valeram mais do que as milhares de palavras dos marqueteiros baianos, encurralados pela inoperância de um governo que nada fez a não ser produzir factóides como o programa "Um bilhão de árvores", que virou piada entre os ambientalistas sérios deste pais.

Passei os últimos quatro anos acompanhando passo a passo todas as ações deste governo, desde a sua posse: escrevi sobre as nomeações da cabeleireira e da manicure como assessoras especiais da Governadoria do Estado. Ao longo do governo foram mais de duas mil nomeações.

Também escrevi sobre o convênio de R$ 3,4 millhões firmado entre o governo e o Aeroclube do Pará - presidido à época pelo namorado de Ana Júlia - para o treinamento de 14 pilotos de helicóptero - quando o estado tinha apenas um aparelho, que depois literalmente foi por água abaixo.

Denunciei a farra de dispensas de licitação pela Secretaria de Estado de Saúde para o Hospital Regional de Santarém, que resultou em ação civil pública por improbidade administrativa contra os gestores da Sespa; acompanhei o escândalo do superfaturamento de mais de R$ 7 milhões na aquisição de kits escolares.

Leia Mais Aqui

domingo, 7 de novembro de 2010

Adiado a data de lançamento do "Gears of War 3"

UOL Jogos
da Redação

A Epic Games acabou de anunciar que o seu muito aguardado "Gears of War 3", exclusivo para Xbox 360, foi adiado para o quarto trimestre de 2011, antes previsto para ser lançado no dia 8 de abril do ano que vem.

Rod Fergusson, produtor executivo de "Gears of War 3", comentou sobre o caso: "Eu sei que os fãs vão ficar desapontados com a nova data de lançamento, mas fiquem tranquilos, pois isto é uma decisão de negócios entre parceiros, e não um problema de qualidade".

"'Gears 3' estava programado para ser o jogo mais polido de 'Gears of War' quando fosse lançado em abril, e este tempo adicional permite-nos polir muito mais antes que chegue às prateleiras no próximo outono [quarto trimestre de 2011]".

Um pouco antes da declaração de Fergusson, a Microsoft já havia feito um comunicado falando sobre o adiamento do título para o final de 2011, explicando que o adiamento era para tornar "Gears of War 3" o "título mais marcante do período de festas". Na próxima semana o modo Versus Multiplayer do jogo será mostrado para a imprensa na sede da Epic Games pela primeira vez, segundo Fergusson.

Leia Mais Aqui

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

O PT conseguiu o que queria: Dividir o país (II)

Os fiscalizadores da moral e da ética, donos de todas as boas qualidades existentes no universo, decidiram queimar viva a estudante de direito Mayara Petruso, após comentários infelizes que ela teria feito sobre os nordestinos no Twitter. Não contentes em somente insultar a moça que fez os tais comentários preconceituosos, os moralistas de plantão criaram um movimento no Twitter para que a OAB pudesse processá-la como se fosse uma bandida da pior espécie. E conseguiram. A OAB de Pernambuco formalizou, ontem, uma ação contra a estudante de direito por racismo e , incitação à prática de homicídio. E claro, para não perder a oportunidade, os petralhas vagabundos se aproveitaram da situação para “provar”, injustamente, de que todo paulista tucano eleitor do José Serra é Xenófobo. É o famoso "coitadismo" petralha sendo usado para fins políticos.

Eu não estou aqui querendo defender o comportamento infeliz da Mayara Petruso que, de cabeça quente, cometeu um grande erro em fazer uma campanha para "afogar um nortestino por dia" em seu Twitter. Mas, o que os ditos moralistas estão fazendo é mais estarrecedor ainda: Dividir o país entre pobres e ricos, paulistas e nordestinos, negros e brancos, cristãos e atéus, e por aí vai.... Eles têm o monopólio do preconceito! O que é pior: o fato da estudante de direito ter declarado o seu voto a José Serra, muitos petralhas vagabundos generalizaram e, acusaram o PSDB e o candidato tucano à presidência de terem o mesmo "pensamento xenófobo" da garota. Típico dos petistas que, pregam rótulos em seus adversários, e se apresentam como representande da moralidade no Planeta Terra. Mas, que na verdade, são representantes da corrupção e da imoralidade. 

Bom, será que a OAB está sabendo das imagens abaixo? Acho que não. Mesmo porque, os inimigos da OAB são os "paulistas-sionistas-de-olhos-azuis-eleitores-do-José-Serra". Não é?




quinta-feira, 4 de novembro de 2010

O PT conseguiu o que queria: Dividir o país

Por Reinaldo Azevedo

BLOG DA DILMA - “NORDESTINOS NÃO SÃO BESTAS COMO OS PAULISTAS”

Uma canalhice está em curso: associar afirmações infelizes, estúpidas, de uma moça no Twitter ao fato de ela ser paulista e ter declarado voto na oposição. A rede suja na Internet faz a festa. Como se pode notar, os carniceiros não se contentam com a vitória. É preciso depois fazer uma variante da limpeza étnica. Entre no Google, leitor, para ver quantas são as ofensas aos paulistas — não caracterizariam, também elas, uma variante de “racismo”, a exemplo, então, do ataque ao Nordeste?

Num desses blogs asquerosos, que apareceram na procura, o rapaz se mostra muito indignado com as declarações da tal moça e as associa, o que é criminoso, ao candidato da oposição. Um de seus comentadores não tem dúvida: “paulistas são idiotas”; para outro, “morrem todos de câncer” por causa de seus maus costumes… Evidentemente, isso não ganhará notoriedade por dois motivos: a) porque não existe, na chamada “oposição” ,uma máquina de propaganda destinada a transformar o “vitimismo” em categoria política; b) porque não ocorrerá ao presidente da OAB local propor uma ação para combater o “racismo” contra os paulistas.

Será o regionalismo cretino, com pretensões políticas, característica de um dos lados? E o que dizer desta página? Ela deixa alguém orgulhoso?

Esse blog nunca foi admitido como parte da rede oficial pró-Dilma, mas existe desde que Lula deixou claro que ela seria a candidata. Tinha até uma janela destinada à arrecadação de recursos. Não contasse, no mínimo, com o assentimento da campanha, teria saído do ar.

O preconceito regional foi, sim, objeto de manipulação política na campanha eleitoral, mas a oposição não teve nada com isso. Facções do governismo, especialmente os blogueiros a soldo, é que tentaram associar a campanha da oposição a propostas que prejudicariam o Nordeste. Na fase da disputa interna entre José Serra e Aécio Neves, paulistas foram tratados como inimigos dos mineiros.

Não há nada mais atrasado, estúpido, ridículo mesmo, do que esse confronto entre regiões ou estados. São detestáveis os que secretam generalizações e preconceitos. E não menos detestáveis são os gigolôs que se oferecem, na Internet, para “proteger os ofendidos”, transformando uma manifestação individual, irresponsável, num grave delito coletivo ou partidário para que possam, então, se oferecer como salvadores de uma coletividade.

Curiosamente, os que reagem, em “nome dos nordestinos” às declarações idiotas feitas por um indivíduo acreditam, no fundo, que se trata de um “preconceito dos paulistas”. Seria o caso de perguntar: “Onde estão mesmo os preconceituosos”? Ainda volto ao tema.

Leia Aqui

terça-feira, 2 de novembro de 2010

O maravilhoso mundo socialista de Raúl Castro

Jornal O Liberal

Belém, 02 de Novembro de 2010

Da Redação, com agências

Em mais um duro discurso pontuado por mensagens reformistas, o presidente [ditador] cubano, Raúl Castro, pediu ontem aos líderes sindicais do país que resistam à "tendência perniciosa" de esconder as falhas do regime e afirmou que a ilha "vai ao precipício" se não aplicar reformas econômicas.

"O lado bom de cometer erros é que, pelo menos, eles nos dão a experiência para não repiti-los", disse Raúl em discurso a líderes da Confederação de Trabalhadores Cubanos, única organização de trabalhadores autorizado no arquipélago, ligado ao Partido Comunista.

Raúl também pediu aos líderes sindicais que ajudem o regime a "defender e explicar" a demissão de 500 mil empregados públicos - o equivalente a 10% do total dos postos de trabalho do Estado. Com a medida, o governo espera reduzir a máquina estatal e estimular o surgimento de pequenos negócios, que absorveriam os trabalhadores demitidos, aumentado ingresso de recursos públicos por meio de pagamentos de impostos.

Apesar da guinada, Raúl tentou deixar claro que as mudanças serão feitas "sem renúncias, as mínimas que sejam, à construção do socialismo". Ele disse ainda que a classe trabalhadora "é a protagonista da atualização do modelo econômico cubano". E ressaltou que "a única forma de romper dogmas, maus hábitos e tabus" é "dar participação às massas, tendo a classe trabalhadora à frente".

O ministro da Economia, Marino Murillo, foi ainda mais duro, dizendo que os trabalhadores cubanos não estão sendo produtivos o bastante para merecer salários que recebem. "A sociedade está tendo acesso a bens de consumo mais rapidamente do que os tem produzido", afirmou Murillo.

Também nesta segunda-feira, a Igreja Católica local anunciou que mais de três presos políticos serão libertados como parte de um acordo no qual terão de ir para o exílio, na Espanha, como já ocorreu na semana passada com outros cinco presos políticos.

domingo, 31 de outubro de 2010

Inútil a gente somos Inútil

Estou de cabeça quente. Então, a melhor forma de mostrar o meu sentimento de decepção em relação à decisão dos brasileiros em continuar com esse governo corrupto, é com vídeos. Vejam.

"Inútil a gente somos Inútil"



Textos de Cleide Canton e Rui Barbosa

Mensagem de Carlos Vereza


Por Carlos Vereza

Último debate. Prestei mais atenção na linguagem corporal dos dois candidatos, porque a biografia de Serra é transparente, a de Dilma, é de servir de biombo para o terceiro mandato de Lula.Entendo, que um dependente da bolsa-esmola, vote na Dilma. O que é dificil de compreender, são artistas e intelectuais,com um certo discernimento, apoiarem uma pessoa sem nenhuma graduação, a não ser os cargos ocupados por indicações politicas, e ter desmantelado as finanças, quando exercia a função de secretária da fazenda da prefeitura de Porto Alegre, e ter mentido sobre o seu curriculum,na apresentação de sua, digamos, estória...

Voltando à linguagem corporal: Serra, tranquilo, expondo suas idéias com clareza, relax, e Dilma, compacta, não respondendo às perguntas e circulando acintosamente, pelas costas de Serra, enquanto o candidato respondia às perguntas dos indecisos.

Repugnante, que, menos de 10 minutos após o término do debate, o Datafolha, já divulgava uma "pesquisa" dando uma vantagem de 10 pontos a favor de Dilma...

Sobre a minha postura, enquanto espirita, e me posicionando politicamente: praticar a caridade, não é apenas para com o próximo, mas também para com o meu país, quando ele está em vias de tornar-seuma ditadura sindico-pelego-comunista, comandada por "lideres", mancomunados com os piores ditadores do planeta.

Ser espirita, não significa viver em uma redoma, como os essênios, que viviam fora das "tentações" do mundo...Inútil, petralhas, por aí, vocês não me pegam, sobretudo porque tenho autorização das minhas Entidades, que avisam, através de comunicações e vidências, sobre as nuvens negras sobre o Palácio do Planalto.

Concluo, rogando à São Ismael, protetor do Brasil, que possa iluminar as mentes de todos os brasileiros que escolherão nas urnas, o ser que governará o Brasil pelos próximos 4 anos!

ESTAMOS JUNTOS!

sábado, 30 de outubro de 2010

El Genio Abreu

Depois de tudo que o El loco Abreu vem mostrado nos últimos jogos pelo Botafogo, eu não o chamarei mais de “ El Loco”, e sim, de "El Genio" Abreu. É o adjetivo mais adequado para o jogador uruguaio.

Por que ele deve se chamar “El Genio Abreu” ? Primeiro, é porque ele joga no Botafogo. Segundo, é porque ele vem decidindo vários jogos importantes para o Glorioso na reta final do campeonato brasileiro. Nos dois gols de hoje que deram a vitória ao Botafogo, contra o Atlético Mineiro na 32ª rodada, o El Genio Abreu participou de todas elas. Colocando o time de General Severiano em quarto lugar na tabela de classificação.

Então, vocês já sabem né? Tirem o “Loco” , e coloquem “Genio”. É a realidade !

Liam & Beady Eye

Enquanto Noel Gallagher curte o seu tempo de “folga” com a sua família, o irmão Liam Gallagher, ex-vocalista do Oasis, já está nos últimos ajustes de seu primeiro álbum com o grupo Beady Eye; grupo que ele mesmo montou após o fim do Oasis.

O renomado engenheiro de som, John Davis, está finalizando a masterização do novo CD de Liam Gallagher. Provavelmente, o primeiro álbum da Banda Beady Eye estará disponível a partir do primeiro trimestre de 2011. Portanto, não falta muito para que nós possamos redescobrir o talento de Liam como compositor.

É isso aí! Ano que vem, teremos uma ótima oportunidade para ver um dos maiores ídolos do rock alternativo em ação, com uma nova roupagem!

Veja uma das mais belas composições de Liam Gallagher, quando ainda era membro do grupo Oasis.



Fonte

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Subversão Petista



Entenda, através desse vídeo, como a petralhada vagabunda influencia diretamente na opinião pública. Não é à toa que o PT está no poder desde 2002. Muito antes de chegar à presidência, os ideais petistas já estavam enraizados nas mentes de “nobres” intelectuais, nas redações, nos “movimentos sociais”, no empresariado, na classe estudantil, e etc. O PT aprendeu muito bem a usar a tática da Subversão Soviética para criar raízes profundas na sociedade. E, essa entrevista com Yuri Alexandrovich, ex-agente da KGB, é importante para que possamos perceber a importancia dos idiotas úteis, como Chico Buarque e Gilber Gil, por exemplo, no processo revolucionário dos petralhas vagabundos.

Veja o vídeo. Farei breves intervenções nos comentários de Yuri Alexandrovich.

A maioria dessas pessoas eram divididas em dois grupos: Os que seguiam a política soviética, estes seriam promovidos à posição de poder através da mídia e da manipulação da opinião pública .

Está aí o Franklin Martins que não nos deixa mentir. Ele aceitou seguir a cartilha soviética, e, de recompensa, ganhou um cargo importante no Governo Federal. Seu principal papel é o seguinte: Criar leis que para possam cercar o inimigo e, dar mais “liberdade” aos seus companheiros na imprensa brasileira. Melhor dizendo; manipular a opinião pública sem a intervenção do que eles chamam de “inimigos do povo”. Comum em países bolivarianos.

E aqueles que recusavam a influencia soviética em seus países, seriam difamados, ou, executados fisicamente..

Aquele que não aceita seguir a cartilha soviética gramscista do PT; ou é difamado – muitas das vezes injustamente -, ou é executado. Como vocês são espertos, logo lembraram de Celso Daniel e Toninho do PT, não é mesmo? Executados, provavelmente, por saberem demais e, por não quererem aceitar as ordens do partido.

Essa foi a minha instrução: “Tente entrar na mídia conservadora, estabelecida e, de grande circulação. Cineastras ricos, e podres de rico, intelectuais, os assim chamados, circulos acadêmicos.

Vocês viram? Esses idiotas úteis são importantes para dar mais credibilidade ao lindo Movimento Revolucionário socialista do PT. Esses idiotas úteis são, Chico Buarque, Abílio Diniz, Fábio Barreto, Gilberto Gil, Luis Nassif, Mônica Bergamo, Ricardo Noblat, entre outros. São vacas de presépio que se fazem de pastores a serviço dos petralhas vagabundos.

Pessoas cínicas e egocêntricas que, olhem nos seus olhos com expressão angelical e, que consigam mentir. Essas são as pessoas mais recrutáveis. Pessoas que não têm princípios morais, que são gananiosas demais, ou que atribuem um valor muito alto a si próprias.

Esse é o Lula! Um personagem criado pela turma do Zé Dirceu, pela Teologia da Libertação, pelos intelectuais da USP e, remodelado , em 2002, pelo Duda Mendonça. Uma pessoa narcisista, egocêntrica , cínica, mentirosa, que sabe manipular bem o público com aquele seu ar angelical. O Lula nada mais é , que um instrumento para que os marxistas bolivarianos entrem de vez no poder. E a Dilma é o começo de tudo.

O vídeo está aí para quem quiser ver. O PT , aos poucos, está se estabelecendo no poder, com a ajuda, principalmente, da tática de “subversão comunista”. A vitória da Dilma no dia 31 de outubro (toc,toc,toc), será a aceleração do Bolivarianismo ditatorial no Brasil. Vocês duvidam disso? Eu não.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Garrincha eterno !

Presto aqui, neste singelo blog, a minha homenagem ao melhor jogador de futebol que o mundo já viu: Mané Garrincha.

Hoje, 28 de outubro, caso estivesse vivo, Garrincha completaria 77 anos de vida. O eterno camisa 7 do Botafogo e da seleção brasileira.

O anjo das pernas tortas deixou um legado muito importante para o futebol mundial, por meio de seus dribles que, pareciam impossíveis de serem executados. Só alguém genial, como Garrincha, era capaz de executar tais dribles com precisão e objetividade.

Como bem escreveu o botafoguense Armando Nogueira: “ Para Garrincha, o espaço de um pequeno guardanapo, era um enorme latifúndio”. Essa frase vale mais do que milhões palavras. A genialidade de Garrincha, transcendia a lei da física.

Parabéns Garrincha! Você sempre estará  vivo no coração dos botafoguenses! O verdadeiro melhor do mundo!

Setença de Destruição

Escrito pelo Espírito Emmanuel e Psicografado por Chico Xavier

A civilização está em crime porque conheceu a sua setença de destruição. A guerra, no seu mecanismo industrial, econômico e político, é imprescindível e inevitável.

Comunismo e fascismo, nas suas oposições ideológicas, só poderão apressá-la.

Ainda há pouco tempo, um jovem europeu exclamava para um colega americano: "Ai de nós! se nos prepararmos pelo estudo para a luta de nossas próprias edificações! bem sabemos que o estado exigirá, amanhã, as nossas vidas. Temos de rir e beber para esquecer essas fatalidades irremediáveis".

Essa observação caracteriza, de fato, as calamidades morais da sociedade moderna.

A ausência de um apoio espiritual estabelece a vacilação moral das criaturas. O sentimento dos homens requer uma base religiosa, e a transformação de quase todos os valores religiosos do Velho Mundo, em forças de política transitória, deu causa às fundas inquietações contemporâneas. As criaturas vivem a sua tragédia de pessimismo e descrença, à sombra dos governos de experiências tão penosas às coletividades, e encaminham-se, com indiferença, para a subversão e para a desordem.

Coleção Emmanuel

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Dilma privatiza a Petrobras e diz que o patrimônio da estatal é "carne de pescoço"

Por Equipe Serra45

Serra45

Dilma Roussef perdeu o rebolado e fez ontem (Dia 25 de Outubro),  no debate da Record, a mais grave ofensa à história da Petrobras e à honra das gerações de trabalhadores que lá trabalham ou que por lá passaram.

Dilma tem dito mentirosamente que seu adversário José Serra quer "privatizar" o petróleo do pré-sal. No entanto, ao longo do governo Lula, como presidente do conselho de administração da Petrobras, ela entregou a exploração de petróleo para 108 empresas privadas, 53 delas estrangeiras. Ou seja, ela comandou uma das mais agressivas transferências do patrimônio de uma empresa petrolífera estatal para o setor privado. Confrontada com esse fato, ela descontrolou-se e desrespeitou os brasileiros.

Afirmou a candidata: "A diferença entre cê descobrir uma mina de ouro e descobrir uma minazinha, pequenininha. Então, o que que eu digo pra vocês, eu digo que eles estão querendo privatizar o filet mignon. A carne de pescoço era o que existia antes".

Com essa frase, Dilma confessou que privatizou, sim, o patrimônio da Petrobras - mas só a parte chamada por ela de "carne de pescoço". Trata-se de uma das mais reveladoras confissões dessa campanha. Em primeiro lugar, porque o petróleo é dos brasileiros, não importa de que profundidade venha.

Depois, porque, como Presidente do Conselho da Petrobras, Dilma comandou, sim, o leilão do Bloco 9 de exploração, que também inclui o petróleo do pré-sal.

REPASSEM ESSA INFORMAÇÕES URGÊNTE !!!!

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Conversa entre amigos sobre política

Tive uma discussão bem agradável com os meus amigos Lauro Tentardini de Canos-RS, e Tiba de Campinas-SP sobre política. O principal tema, evidentemente, foi a eleição presidencial. Diversos assuntos foram discutidos nessa “Mesa Redonda” cheia de craques: Imprensa, corrupção, palpites para o segundo turno, situação política de alguns estados brasileiros, pesquisa eleitoral, mentiras proferidas pelos petralhas vagabundos, e etc.

Sentem-se a vontade e, ouçam os comentários dos melhores cientistas políticos de toda blogosfera brasileira. Agradeço a todos pela preferência!

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Casa Civil na escuta

Por Felipe Patury

Holofote (Revista Veja)

O sistema de proteção da Amazônia (Sipam) reúne alguns dos equipamentos mais modernos de propriedade do governo federal. Em 2004, a Polícia Federal designou um de seus delegados para descrever o potencial desses aparelhos. O oficial descobriu que, desde 2003, o Sipam tinha um sistema de intercepção de celulares. Sem deixar rastros, ele permite ouvir ligações e fornece a localização geográfica da origem das chamadas. O delegado avisou várias vezes a Casa Civil, que controla o Sipam, de que o uso do equipamento é ilegal. Lembrou que as escutas devem ser autorizadas pela Justiça. Ainda sim, os aparelhos, instalados em Brasília, foram ativados na gestão do ex-ministro José Dirceu e permaneceram funcionando durante as administrações de Dilma Rousseff e Erenice Guerra. A atual, de Carlos Eduardo Esteves Lima, não desligou nada.

Veja, 27 de Outubro de 2010

domingo, 24 de outubro de 2010

Botafogo com reais chances de ir à Libertadores

Após uma seqüência de empates impressionante do Botafogo no campeonato brasileiro – Digno de Guinness Book -, finalmente uma vitória para reacender a chama da esperança dos botafoguenses.

O Botafogo deixou para trás o jejum de nove jogos sem ganhar, para enfim, voltar a ter chances de se classificar para a Libertadores de 2011. Com a vitória sobre o Vitória da Bahia, no placar de 1 a 0 ontem no Engenhão, o Glorioso passou, agora, a depender de suas próprias forças, no campeonato brasileiro, para garantir uma vaga na principal competição da América do Sul.Claro, desde que, nenhuma equipe brasileira ganhe a Copa Sul-Americana. Nesse caso, haveria somente três vagas para times brasileiros no campeonato nacional, o que dificultaria, e muito, a ida do Botafogo à Libertadores da América.

A rodada “Pelé 70 anos”, felizmente, foi muito generosa para o Glorioso. Os empates de Grêmio e Atlético-PR, e, as derrotas de São Paulo e Palmeiras, beneficiaram o Botafogo rumo ao “Projeto da Libertadores”. Se fizer o dever de casa, ou, obtiver uma seqüência de vitórias interessante nessa reta final; uma das vagas para a maior competição do continente sul-americano, com certeza, será nossa.

VIVA O GLORIOSO! O MAIOR DE TODOS!

sábado, 23 de outubro de 2010

The Economist recomenda voto em José Serra

Semanário britânico analisa quadro eleitoral brasileiro e conclui que o Brasil se beneficiaria da alternância no poder


A revista The Economist, uma das mais influentes do mundo, traz hoje uma reportagem em que analisa a campanha eleitoral brasileira. Depois de comparar características de Dilma Rousseff e José Serra, a revista conclui: “Depois de oito anos sob o comando do PT, o Brasil se beneficiaria de uma mudança no poder”.

Para The Economist, Serra seria um melhor presidente da República porque sua trajetória mostra que ele é mais capaz de adotar cortes de gastos desnecessários e de eliminar o déficit fiscal. Para a revista, o PT se revelou um defensor de um estado com papel forte na economia, que não hesita em autorizar empréstimos públicos para criar campeões nacionais em grandes negócios. “É difícil imaginar Dilma e o PT colocando um ponto final nos gastos públicos”, diz o artigo.

Depois de afirmar que Dilma não merece vencer apenas porque Lula a escolheu como sucessora, a revista lista outras duas razões “pelas quais os brasileiros fariam melhor se votassem em Serra”. “Em primeiro lugar, Dilma Rousseff não é Lula. Ela não tem os extraordinários dons políticos dele e, talvez, nem o inato pragmatismo”, afirma a revista. “Em segundo lugar, embora nenhum partido brasileiro tenha o monopólio quando o assunto é corrupção, há inúmeros indícios de que o PT está bastante confortável no poder.”

Leia Aqui

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Hey Montenegro, faça um Botafoguense feliz !

Já que o presidente do IBOPE, Carlos Montenegro, está dando uma forcinha para colocar a sua candidata com 11 pontos percentuais de vantagem em relação ao José Serra. Como bom Botafoguense que é, poderia muito bem usar o mesmo método para colocar o Glorioso entre os quatro primeiros do brasileirão, não é mesmo?

Sei lá, talvez ele possa mudar alguns critérios para colocar o Botafogo lá na frente da tabela. Você se lembra, caro amigo Montenegro, do tempo em que as vitórias valiam somente dois pontos? Então, que tal usarmos esse mesmo método para colocar o Botafogo na zona da Libertadores? Com esse método aí, o Botafogo estaria, exatamente, em quarto lugar do brasileirão, faltando oito rodadas para o fim da competição. O que você acha amigo? Não é uma boa idéia?

Pois é Montenegro, não faça somente um petralha vagabundo feliz; tente fazer também, um botafoguense feliz, por mais que o critério usado seja fajuto.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Ato terrorista dos petralhas


O fundo do poço está muito acima da campanha terrorista da petralhada vagabunda. Não contente em ameaçar Igrejas Católicas, em fazer jornalismo sujo, em usar a máquina pública para campanha eleitoral, em querer a “extirpação” da oposição, e, por fim – se é que para por aí -, em fazer terrorismo eleitoreiro (Privatizações e o “fim” do Bolsa-Família). A Petralhada Vagabunda, como bom fascista que é, decidiu impedir a caminha de partidários e apoiadores da candidatura de José Serra no Rio de Janeiro. O candidato tucano foi cercado pelos petistas e, agredido covardemente! Por causa disso, a agenda teve que ser cancelada no Rio. Inclusive, um dos manifestantes que estavam presentes no ato terrorista do PT, era Sandro Alex de Oliveira, deputado estadual derrotado nessas eleições.

Os envolvidos nessa baderna? Os cães da Revolução dos Bichos a mando dos porcos petistas. Os Cães nada mais são do que “idiotas úteis” pagos para agredir verbalmente e fisicamente todos aqueles que não pensam da mesma forma que eles. São terroristas que vão a campo cometer crimes em nome do Partido. Os porcos petistas, por trás dos panos, só fazem a cabeça dos “idiotas úteis”, com seus argumentos de ódio, para lutar contra o que eles chamam de “inimigos da revolução”. Os porcos petistas falam e, os cães (Na história, eram ovelhas) só fazem repetir: “PT bom, PSDB ruim; ou melhor: “Quatro pernas bom, duas pernas ruim”.

Vocês entenderam? É assim que se comporta um partido fascista como o PT. Eles não admitem, de jeito algum, o oposicionismo. Tudo tem que estar de acordo com o que eles pensam, caso contrário, você será considerado “inimigo do povo”. O autoritarismo do PT já está às claras, e, a vitória da Dilma, será a consolidação da ditadura bolivariana no Brasil. O que eles fizeram hoje no Rio de Janeiro, contra o candidato José Serra, é uma pequena amostra do que eles são capazes de fazer no governo. Alguém tem dúvida disso?

E para terminar, o meu desabafo: Todo petralha que eu conheço é TERRORISTA. Melhor dizendo, TODO PETRALHA É TERRORISTA, FASCISTA, NAZISTA, E, O PIOR DE TUDO, É COMUNISTA POHA! Mas, ao contrário deles, iremos ganhar essas eleições nas urnas! Nós não vamos nos igualar aos petralhas vagabundos. Respeitamos a democracia acima de tudo!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Game Over Ana Júlia !

Leia o trecho da matéria:

O candidato derrotado do PMDB ao governo do Pará, deputado Domingos Juvenil, presidente da Assembléia Legislativa, vai apoiar a candidatura de Simão Jatene (PSDB) no segundo turno contra Ana Júlia Carepa (PT). Juvenil teve 11% dos votos no primeiro turno e sua adesão a Simão Jatene consolida a vantagem que o candidato tucano leva sobre sua oponente: 60% a 40%, segundo o IBOPE, uma diferença de aproximadamente 800 mil votos. Nada menos que 95% dos principais líderes do PMDB paraense - incluindo três dos quatro deputados federais (Asdrubal Bentes, José Priante e Wladimir Costa), seis dos oito deputados estaduais (Antonio Rocha, Martinho Carmona, Paulo - Macarrão - Jasper, Josefina Carmo, Simone Morgado e o líder Parsifal Pontes) e pelo menos 30 dos 40 prefeitos do PMDB - , segundo cálculos do deputado Parsifal Pontes, estão com a candidatura de Simão Jatene no segundo turno.

Vocês viram o número de Pmdbistas que aderiram a campanha de Simão Jatene? Eu sei que ainda é cedo para "cantar vitória" antes do tempo. Mas, como vocês sabem muito bem, os pmdbistas não costumam ficar muito tempo em navios prestes a afundar, não é mesmo? A adesão do deputado Juvenil, do PMDB paraense, à candidatura de Simão Jatene, era a cereja que faltava no bolo.

Vamos rumo à vitória! Viva o Pará! Viva Simão Jatene!

Fonte

O Jornalismo Petralha

O jornalismo sujo, sempre ligado ao PT, decidiu intervir na campanha presidencial para prejudicar a imagem de José Serra junto ao seu eleitorado; Desqualificando-o sem provas e, até mesmo, interpretando frases “erroneamente” para que o eleitor pudesse imaginar que, o candidato tucano seria a favor da legalização do aborto. É muita estupidez no mundo petralha.

A Coluna mais infeliz , evidentemente, foi a de Mônica Bergamo da Folha de São Paulo. No método cretino do “ouvir falar”; afirmou que, a Mônica Serra, esposa de José Serra, teria feito aborto em uma clínica nos Estados Unidos durante o exílio de seu marido no Chile. De onde ela tirou essa fonte? De uma testemunha que, durante uma aula em 1992, teria ouvido uma confissão de Mônica Serra sobre o seu suposto aborto. Um jornalismo grotesco e sem escrúpulos que, não se baseia em fatos para informar honestamente os seus leitores. Se é para acusar alguém de abortista, como tentou fazer a jornalista Mônica Bergamo, que apresente provas suficientes para sustentar o que foi dito pela testemunha. Foram palavras soltas no ar, e nada mais.

O jornalista Ricardo Noblat, do site “O Globo”,por sua vez, interpretou, da sua maneira, a frase de José Serra que, segundo o blogueiro , provaria que o candidato tucano também seria a favor da legalização do aborto; querendo colocar José Serra no mesmo nível baixo da sua candidata de Dilma Rousseff. Leia a frase e, interprete você mesmo:

"Porque em consciência (Serra) era – como continua sendo – favorável ao direito da mulher de somente ser mãe na hora que quiser. Esse, por sinal, era um dos muitos pontos que aproximavam o pensamento de Serra do pensamento da socióloga Ruth Cardoso, amiga dele e mulher do então presidente Fernando Henrique Cardoso."

Onde está a afirmação categórica de José Serra de que é a favor da descriminalização do aborto? Pois é. Será que o Noblat já ouviu falar em planejamento familiar? Acho que não, ou finge não saber - O que é pior. Se o petralha vagabundo não sabe, o Planejamento familiar é um direito assegurado na constituição brasileira. O direito da Mulher ser mãe na hora que quiser, nada mais é do que planejar com amparo constitucional. Entendeu patife? Então, voltando ao assunto, Eu já li mil vezes essa frase e, não constatei nada sobre ser a favor ou contra o aborto. Sensacionalismo e, ao mesmo tempo, cretinice intelectual nessa avaliação estúpida do blogueiro.

Se já não bastasse o jornalismo do “Ouvir falar” de Mônica Bergano; há também o jornalismo “recebido por email” da Laerte Braga. Segundo a jornalista, o FHC teria tido uma reunião com investidores estrangeiros interessados em privatizações. O absurdo é que, a matéria afirma que FHC teria feito uma palestra sobre a privatização do Banco do Brasil e da Petrobras. Uma reunião dessa importância, com a presença de grandes “empresários privatistas”, não iria passar despercebido pela grande mídia; não é mesmo? Para deixar bem claro: A fonte, meus amigos, repito, é de emails que circulam na internet. Uma boataria sobre o tema da privatização que, foi criada somente para atingir diretamente o candidato José Serra. Nada mais.

A petralhada vagabunda que, tando fez para jogar limpo no primeiro turno; não passa um dia sem criar boatos contra o candidato tucano nesse segundo turno. Mas, é bom lembrar o que José Serra disse contra as centrais de boatarias do PT. Vale a pena ler de novo, para entender muito bem a intervenção do jornalismo petista nessas eleições: “Quanto mais mentiras ele falarem sobre nós; mais verdades diremos sobre eles”.

domingo, 17 de outubro de 2010

Caminhada rumo à Vitória

Por Equipe Jatene 45

A TV Liberal divulgou neste sábado (16) os números da primeira pesquisa IBOPE do segundo turno. Se a eleição fosse hoje, Simão Jatene seria eleito com 60% dos votos válidos, contra 40% da candidata adversária.

É o povo do Pará confirmando o que disse nas urnas no primeiro turno, quando dois terços da população disseram não ao governo de Ana Júlia.

Na pesquisa estimulada, que inclui os votos brancos e nulos, o candidato da coligação Juntos com o Povo, Simão Jatene, teve 54% da preferência dos eleitores paraenses. A candidata adversária ficou empacada no mesmo patamar do primeiro turno, tendo 36% das intenções de voto.

Votos em branco e nulos correspondem a 5% dos eleitores. Os eleitores que ainda não sabem em quem vão votar são 5%, segundo o IBOPE.

SERRA DISPAROU – O candidato à presidência pelo PSDB José Serra, que no primeiro turno recebeu 37% da votação, contra 47% da petista Dilma Roussef, disparou na preferência do eleitorado. Pela nova pesquisa do IBOPE, Serra tem 46% das intenções de voto, enquanto Dilma, assim como Ana Júlia, empacou nos mesmos 47% do primeiro turno.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Bolsa-isto, bolsa-aquilo…; alguém aí se lembra de Ruth Cardoso ?


Por Bolívar Lamounier

As políticas sociais tendem a ocupar um lugar nevrálgico no debate eleitoral. Nos dois meses que faltam para a eleição, o bolsa-família e outros programas ligados à questão da pobreza serão continuamente lembrados. Mas, quanto eu saiba, um nome crucial nessa área ainda não foi mencionado.

Refiro-me evidentemente a Ruth Cardoso ; à Dra. Ruth, como ela gostava de ser chamada em eventos públicos, sempre sublinhando que detestava a expressão “Primeira Dama” . Elegante, discreta, Ruth orgulhava-se de sua profissão – de sua atividade como docente e pesquisadora no campo da antropologia, com formação acadêmica de nível internacional.

O que o Brasil deve a Ruth ainda não está devidamente registrado. Antes dela, as “primeiras-damas” (Ruth, desculpe) apenas tangenciavam as políticas de governo na esfera social. Raramente ou nunca iam além do assistencialismo com cara de piedade que servia de adorno às esposas dos presidentes.

Ruth repensou, reorganizou e ampliou as políticas sociais. Criou, para isso, o programa “Comunidade Solidária”. Cercou-se de assessores sérios, também eles com sólida formação técnica.

Faço o registro não apenas pela admiração que sempre tive por Ruth Cardoso, mas também na expectativa de que o debate dos próximos dois meses não se restrinja ao enfoque caolho que se tem tentado impingir aos eleitores. O que se tem proposto é uma comparação simplória do governo atual com o de Fernando Henrique. Quem fez mais ? Quem tem mais para mostrar ? Perguntas rasas, como todo mundo sabe, suscitam respostas rasas . Aceita a discussão nestes termos, bastaria arrolar indicadores estatísticos e colocá-los lado a lado. Indicadores descarnados, desossados de toda perspectiva temporal, de toda idéia de sequência, das restrições que pesaram em determinado momento e deixaram de pesar graças aos próprios avanços realizados.

A discussão que estou sugerindo não se refere aos valores de fato atingidos por tais ou quais indicadores. Esta discussão pode também ser útil, desde que formulada de maneira adequada. Tampouco estou querendo focalizar os efeitos eleitorais, intencionais ou não, da expansão efetivada em certas áreas – notoriamente na do Bolsa-Família.

Meu ponto é que a avaliação de políticas de governo, em qualquer área, não pode prescindir da perspectiva histórica. Quando foram iniciadas ? De que modo a área em questão era pensada antes, como veio a ser pensada na etapa seguinte ? De que forma se deu a interação de profissionais de diferentes áreas do conhecimento, de diversos setores do governo e entre os setores público e privado ? Quem liderou tal processo, facilitando sua convergência para um novo padrão, em termos tanto conceituais como de novas práticas políticas ou administrativas ?

Na reorganização iniciada nos anos 90, o papel de Ruth Cardoso foi, como já se notou, fundamental. Coube a ela criar um novo padrão de política pública na área social e, por via de consequência, uma nova definição para o papel de “primeira dama”.

Leia Aqui

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

PMDB/PA está junto com Simão Jatene


Líder do PMDB, Parsifal Pontes anuncia apoio a Simão Jatene


Por Ronaldo Brasiliense

O deputado estadual reeleito Parsifal Pontes, líder do PMDB na Assembléia Legislativa, anunciou hoje, 13, apoio à candidatura do tucano Simão Jatene (PSDB) ao governo do Estado no segundo turno contra a atua governadora Ana Júlia Carepa.

"Invoco e convoco todos os que tiveram comigo na labuta em busca de um mandato de deputado estadual para que marchemos juntos em mais uma empreitada: eleger Simão Jatene governador do Pará.

Mudemos o governo. Como disse Eça de Queiróz, “políticos e fraldas devem ser trocados de tempos em tempos pelo mesmo motivo”: o governo atual tem dado os motivos referidos por Eça todos os dias.


SIMÃO JATENE, COM O PMDB, FAZ MAIORIA NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA


Depois de assegurar o apoio de três dos quatro deputados federais eleitos pelo PMDB – Wladimir Costa, José Priante e Asdrubal Bentes (apenas Elcione Barbalho continua sem definição)– o candidato da coligação Juntos com o Povo ao governo do estado, Simão Jatene (PSDB) anuncia amanhã, 13, a adesão da deputada estadual Simone Morgado (PMDB), reeleita com 50.946 votos, e de vários prefeitos e vereadores do PMDB de municípios do Nordeste do Pará.

Vencedor do primeiro turno eleitoral com uma diferença superior a 450 mil votos sobre a atual governadora, Ana Júlia Carepa (PT), Simão Jatene trata de formar, desde já, uma ampla maioria na futura Assembléia Legislativa do Estado. O bloco parlamentar de Jatene seria integrado por PSDB/PMDB/DEM/PTB/PPS/PMN e PSC.

Se conseguir a adesão dos oito deputados estaduais eleitos pelo PMDB, Jatene já terá garantido o apoio de 21 dos 41 deputados eleitos em três de outubro. A maioria de Simão Jatene seria assegurada com os seguintes deputados:

Leia Mais Aqui

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Vamos comparar ?

É até humilhante, para a petralhada vagabunda, fazer a comparação entre o currículo de José Serra e, o currículo - cheio de sangue das vítimas da Val-Palmares - da candidata Dilma Rousseff.

Achei esse vídeo no youtube que, resume muito bem a trajetória dos dois candidatos a presidência na história política do Brasil. Vale a pena ver!



segunda-feira, 11 de outubro de 2010

O desespero da Petralhada Vagabunda

Nesses oito anos fora do esgoto para governar o Brasil no Palácio do Planalto, a petralhada vagabunda, mais do que nunca, está sentindo o risco de perder a presidência da república. Os tranckings internos do PSDB – O Coronel não revela a fonte, mas tudo indica que essa pesquisa é do PSDB - e, inclusive do PV, mostram uma queda vertiginosa da Dilma Rousseff, e a vantagem de três pontos percentuais de José Serra. Isso, em tese, pode ser um dos motivos do destempero da candidata petista no debate ontem realizado pela BAND.

A tática da petralhada vagabunda agora é o seguinte: Todas as verdades contra a Dilma serão consideradas baixarias – É o caso do Aborto; e todas as mentiras contra o José Serra serão consideradas verdadeiras. O discurso de “paz e amor” da Dilma no primeiro turno, deu lugar ao ódio e à tentativa de se fazer de vítima.

É muito difícil, durante toda a campanha presidencial, um partido autoritário tentar manter a máscara da tranqüilidade no rosto. Ainda mais, quando se tem o risco de perder todas as tetas estatais que, o PT teve tanto trabalho de explorá-las. A Dilma Rousseff, no debate da BAND de ontem, fez o todo petralha vagabundo iria fazer em situação desconfortável: Latir feito um Pitbull desmamado. A petista foi arrogante do início ao fim do debate, sem apresentar propostas; Obrigando José Serra a responder às calúnias da candidata petista em boa parte do tempo.

Já era previsível que, depois de tantas verdades mostradas contra a quadrilha, os petralhas vagabundos iriam adotar o discurso do “coitadismo”. O Debate da BAND deixou claro que, os petistas estão completamente descontrolados; e que , ao mesmo que tempo que acusam, sem provas, o José Serra de querer privatizar a Petrobras, Banco do Brasil e a Caixa; eles chamam de boataria o que é fato: o PT é um partido abortista. O engraçado nisso tudo, é que a central "contra a boataria" do PT, com o objetivo de colocar o José Serra no mesmo nível deles, tenta acusar, infantilmente, o candidato tucano, na época em que era Ministro da Saúde, de ter aprovado uma lei que permite o aborto em caso de estupro ou, em caso de perigo de vida da mãe. Mas, o que eles não explicam, é que a lei existe desde 1940. Dois anos antes do nascimento de José Serra. Ele só fez cumprir o que JÁ É PREVISTO em lei! Independente de ser contra ou não ao aborto. A Petralhada Vagabunda finge não entender a divisão dos três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário).

A Dilma terá que rezar muito “Pai nosso” – com o auxílio do ponto eletrônico, é claro – para ganhar essa eleição. A onda Azul irá afogar todas essas ratazanas! Que assim seja, amém!

domingo, 10 de outubro de 2010

Crime eleitoral em Canoas-RS

A Petralhada Vagabunda, quando acuada, adora se fazer de perseguido, no afã de justificar as acusações contra o partido. E, quando a Petralhada Vagabunda está no poder? Como eles agem? Simples. Eles tentam destruir, a todo o momento, o seu inimigo político na base da mentira. Foi exatamente isso o que aconteceu na cidade de Canoas no Rio Grande do Sul.

É vergonhoso o que aconteceu em Canoas. Muitos cartazes foram distribuídos, dias antes da eleição, acusando o candidato tucano, Marcos Ronchetti, de ser ficha suja. A cidade gaúcha, que é governada atualmente pelo prefeito Jairo Jorge da Silva do PT, ficou refém da bandidagem petista que, não mediu esforços para “extirpar” o candidato do PSDB das eleições através de mentiras caluniosas.

Eis as imagens que mostram a apreensão de cartazes no comitê do Nelsinho Metalúrgico do PT em Canoas - RS. E depois, os perseguidos são eles, não é?

Panfletos anônimos

Mentiras contra o candidato Marcos Ronchetti

O Esgoto onde as Ratazanas se escondem. Comitê do PT.

"Eu tô voltando pra casa, eu tô voltando..." Petralha indo para cadeia.


Leia o blog do meu amigo Lauro Tentardini que, inclusive, está sendo ameaçado pelos Petralhas Vagabundos, por ter denunciado esse crime eleitoral na cidade de Canoas-RS.