quinta-feira, 1 de outubro de 2009

A resposta que a jornalista da Record queria

A desonestidade do jornalismo da Record sobre a escolha das cidades que sediarão os jogos olímpicos de 2016 é de uma sem-vergonhice que extrapola a estratosfera. Eles editam suas reportagens de tal forma que fica parecendo propaganda do PT.


Vejam só, nas ruas de Chicago, uma repórter da Record aborda uma cidadã americana que faz a seguinte pergunta, mais ou menos assim:





- Você apóia os jogos olímpicos em Chicago?





A resposta era o que a repórter da Record esperava para colocar no jornal.





- Não, há muita corrupção aqui, e o governo deveria ter outras prioridades para se preocupar.





E aí? O que vocês acharam disso? Depois de 4 horas procurando alguém para ter uma resposta contrária a candidatura de Chicago, ela finalmente encontrou uma do “contra”. O que a senhorita da Record quer insinuar? Que os políticos brasileiros seriam mais honestos que os americanos para administrar o dinheiro público? No Pan Americano do Rio de Janeiro, houve até superfaturamento de furadeiras[1], sem contar com os serviços superfaturados na Vila Pan Americana[2], e outras coisinhas a mais.




Nenhum comentário: