terça-feira, 20 de outubro de 2009

Chavismo causa caos na Venezuela


O socialismo está, e estará sempre de mão dadas com o caos, a desordem, a anarquia, e outras denominações negativas. A cidade de Caracas, por exemplo, é a segunda capital mais violenta do mundo, até países em estado de guerras têm menos pessoas mortas em comparação com a capital da Venezuela.


A revolução socialista existe a fim de que se instale o caos na sociedade promovendo o conflito entre classes, e faz do ódio a ferramenta principal para que os ditos líderes comunistas estejam ao alcance dos mais pobres, e prometem o tal da “igualdade social”. As pessoas de classe baixa acreditam piamente que estão nessas condições não por causa do governo, mas por causa dos ricos.


É aí que eu quero chegar. O Hugo Chávez está transformando a vida na Venezuela numa batalha campal, e para mostrar do que o chavismo é capaz de fazer, segundo os números oficiais, são registrados cem homicídios a cada cem mil habitantes em Caracas, só para ter uma idéia das catástrofes diárias que estão tirando o sono dos venezuelanos. Chego à conclusão de que o socialismo chavista usa o horror para que a população menos favorecida deva agir com ódio contra aqueles que imagina serem os maiores responsáveis pela situação de pobreza: A classe média.

Nenhum comentário: