quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Tragédias que perseguem a seleção argentina

O povo argentino parece atrair todo e qualquer tipo de tragédia como nos contos de tango, a vida não dá tréguas aos nossos “hermanos”, muito em função, talvez, do comportamento deles diante das alegrias e decepções, é tudo muito exagerado, nos extremos dos sentimentos.

A seleção argentina está sendo perseguida pela dramaticidade, e o fim da história é quase sempre uma tragédia. Nos últimos anos, a seleção de futebol da Argentina vem sofrendo com resultados cada vez mais dolorosos, é uma infinidade de fatalidades que acabam com a confiança de qualquer time do mundo.


Só para começar, o último grande título da seleção argentina foi a Copa América de 1993 sediada no Equador, a partir daí foram sucessivas derrotas que abalaram todos os argentinos. Vamos enumerá-las? Quem não se lembra do chocolate colombiano por 5 a 0 em pleno Monumental de Nuñes? A vitória da desconhecida seleção romena na copa do mundo de 1994 e a eliminação precoce dos “hermanos”, em 2002 foi eliminado logo na primeira fase, o gol do Adriano no último minuto na Copa América de 2004 e a perda do título nos pênaltis, a derrota por 4 a 1 na Copa das confederações novamente contra a seleção brasileira, Em La Paz a Seleção Argentina tomou mais um chocolate histórico da Bolívia por 6 a 1, e por fim, o Brasil bateu a Argentina por 3 a 1 em Rosário, na cidade natal do assassino Che Guevara.


A equipe argentina está ameaçada de não ir à Copa do Mundo que será realizado na África do Sul ano que vem, e não será nenhuma surpresa se a Argentina não estiver presente na competição com essa formação ridícula do Maradona. Um técnico que escala Sebá Dominguez na defesa é porque quer ficar fora da Copa do Mundo.

Um comentário:

WORF NETO disse...

E o Ayalla? Por onde anda? O Aymar?

Abração Mac!