domingo, 6 de setembro de 2009

Os idotas úteis do cinema mundial


Os diretores americanos Michael Moore e Oliver Stone são típicos idiotas úteis a serviço dos anticapitalistas. Nem eles mesmos sabem o que fazem, são apenas uns fantoches da Subversão soviética para desmoralizar o sistema capitalista e tentar promover as políticas estatizantes através de seus documentários estúpidos de teoria da conspiração.


Esses diretores de Hollywood sempre foram enganados pelo “politicamente correto” dos soviéticos, e agora, com o apoio de Hugo Chávez & CIA, eles disseminam a propaganda bolivariana mundo afora. O documentário de Oliver Stone chega a ser ridículo mostrando a “revolução pacífica” do governo venezuelano, mesmo sabendo dos problemas de limitação da liberdade de expressão que estão pra lá de evidentes na Venezuela.


E o que dizer de Michael Moore? Um amante da ditadura cubana e principal crítico da própria democracia americana. Nem é preciso levar a sério esse propagandista da velha política soviética, ele é o retrato perfeito do idiota útil que defende com unhas e dentes as ditaduras comunistas em seus documentários chulos, e que possui os mesmos argumentos de um militante adolescente que mal saiu das fraldas, é o caso dele. E ainda tem gente que aplaude esse tipo de energúmeno sem ao menos questionar suas visões distorcidas do capitalismo. É fácil enganar um ator hollydiano na base da propaganda comunista.


O festival de cinema de Veneza, regado a champanhe capitalista, só serviu para dar oportunidade a esses dois propagandistas da política soviética.




Nenhum comentário: