sábado, 12 de setembro de 2009

Hoje eu acordei feliz

Hoje eu acordei feliz, ganhei o dia com a morte do vice-ditador cubano Juan Almeida Bosque, um dos homens mais obedientes do sanguinário Fidel Castro. Mas para que o povo cubano saia da ditadura mais longa do momento, é preciso ainda torcer pela morte do Raul Castro e do Coma andante Fidel Castro.

Em pensar que eu tenho que dividir o ar que respiro com esses ditadores comunistas, já é uma grande uma razão para se irritar, felizmente, soube no dia de hoje, que terei menos um ditador para compartilhar meu oxigênio. Ele já foi tarde!


O anúncio da morte de Fidel Castro será um dia mais especial ainda, e o meu champanhe está bem guardado para a ocasião, e garanto a vocês que os cubanos estão mais bem esperançosos do que eu.


Nenhum comentário: