domingo, 30 de agosto de 2009

A perigosa vitória da esquerda no Japão

É sempre assim. Após um período de vacas magras e de muita instabilidade econômica, a esquerda populista sempre se aproveita da situação prometendo mundos e fundos para a população. Assim aconteceu nos Estados Unidos com a vitória de Barack Hussein, e agora com a volta do Partido Democrático no Japão depois de 50 anos esquecido pelos japoneses.



O Primeiro Ministro japonês Tara Aso, anunciou sua saída da presidência do Partido Liberal Democrata após a derrota histórica do partido nas eleições gerais. É aí que mora o perigo, com o mesmo discurso populista, o opositor Yukio Hatoyama chega ao poder pelo Partido Democrático, e essa vitória é muito bem-vinda para o partido comunista chinês que terá o Japão como principal aliado para a expansão vermelha no continente asiático.





A posição do Partido Democrático é de antiamericanismo, mas o Yukio Hatoyama já anunciou que não irá abandonar a aliança com os Estados Unidos, e nem poderia, já que do outro lado tem o Barack Hussein, o maior chefe da quadrilha vermelha no mundo, mas o que é mais preocupante são as futuras alianças com a China e a Coréia do Norte, e será adotado um discurso de “paz mundial” para a aproximação do Japão com os dois países comunistas.





Com essa guinada à esquerda no Japão, o risco do país perder o título de segunda maior potência do mundo é enorme. É só esperar ver o barco afundar.

Nenhum comentário: