quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Os bandidos do MST


Os militantes do MST não são humanos, eles agem por instinto, como verdadeiros animais, sem civilidade alguma para se manifestar ou reivindicar algo, a maioria deles não sabem nem o que reivindicam e os protestos desse grupo criminoso acabam sempre em baderna, sem respeito algum para com o país.


A imprensa insiste em chamar esses vagabundos de trabalhadores rurais. Trabalhador que é trabalhador não perde seu precioso tempo quebrando e depredando prédios públicos, o MST é um grupo formado por criminosos rurais: isso é fato! A complacência das autoridades brasileiras para com os atos sujos do MST só faz piorar a situação, o governo brasileiro não quer ser visto como traidor do movimento, e por isso, faz as vontades desses vadios, a ideologia está acima de tudo.


A militância do MST se acha no direito de estar acima de tudo e de todos, atropelando as leis, ameaçando as entidades governamentais, tomam atitudes sem prestar contas com a sociedade brasileira, e ainda acham que estão corretos. O maior interesse do grupo nem é a tal da reforma agrária, o que eles querem é transformar o Brasil num imenso mar vermelho, criar um estado totalitário comunista no país, com manifestações que trazem imagens dos principais líderes, ou melhor, principais ditadores do regime comunista.


Eu tento imaginar uma manifestação com a mesma característica do MST nos estados comunistas, regime tão defendido pelo grupo criminoso, não teria nem conversa, eles seriam levados para o “paredón” e a família ainda iria pagar as balas da execução. Pobre Brasil que permite o avanço da política socialista no país.



Nenhum comentário: