quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Fidel Castro completa 83 anos de vida medíocre


O ex-ditador Fidel Castro completa 83 anos de vida medíocre, no dia de hoje, sendo que desde os seus 33 anos ele se dedica a torturar fisicamente e psicologicamente o seu próprio povo, em nome do regime mais totalitário já existente na história da humanidade: o Socialismo.


É claro que para a esquerda mundial essa data é mais importante do que o número de pessoas executadas pelo regime castrista, pouco importa para esses marginais o grito das almas cubanas que ecoam na ilha, o que eles querem é a manutenção arcaica do totalitarismo cubano, a ideologia vermelha é prioridade para os filhotes do Dirceu.


A restrição de acesso às informações, a falta de comida, medicamento e de higiene pessoal, o medo que o regime impõe no país caribenho, a educação de métodos alienatórios, tudo isso deveria ser visto com cautela pelas autoridades internacionais, mas que preferem bater palmas de pé para esse ditador sanguinário. Entidades como a ONU e a OEA fazem questão de mostrar números fictícios da ditadura cubana, e continuam a se deslumbrar com o sangue derramado desse regime fascista.

Para acabar de vez com esse zumbi, é bom colocar velas explosivas e salvar o povo cubano dessa tortura, ou melhor, se tratando de um zumbi, é preciso chamar os matadores de zumbis do Resident Evil para dar um tratamento especial nesse velho marginal.




Um comentário:

Lauro Tentardini disse...

Grande Mac, só você para lembrar uma data tão importante. Na minha concepção o Fidel deveria ter o mesmo fim do Sadam para dar exemplo.